Como Esfoliar A Pele Para Depilação Tem 1 Segredo: Qual O Tipo De Depilação?

Escrito por: Michelle Martins

como esfoliar a e pele para depilação

Como esfoliar a pele para depilação? Você pode usar cremes, você pode fazer soluções caseiras ou até usar esfoliantes para banho, mas tem um segredo: qual é o momento da esfoliação? Antes ou depois? E, pode acreditar, quando fazer a esfoliação é determinante para um pele saudável e sem agressões.

Esfoliar a pele é basicamente remover as células mortas do maior órgão do nosso corpo, a pele. 

Você pode esfoliar os lábios quando estão com aquelas pelinhas ressecadas, pode esfoliar o rosto para remover restos de produtos, mas fica a dúvida: 

A esfoliação ideal para a depilação é igual para qualquer método? E pode ser antes ou depois? 

Além das dicas de esfoliação, você vai conferir qual o momento certo de esfoliar a pele para os 2 tipos de depilação mais comuns.


Qual o seu tipo de pele?

Esfoliação é coisa séria, sabia?  O seu tipo de pele deve ser respeitado para encarar uma esfoliação leve ou pesada. 

Tanto é que a recomendação da maioria dos dermatologista é esfoliar uma vez por semana. 

E ainda assim, respeitando seu tipo de pele. 

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia ( SBD) existem 4 tipos de pele: 

Pele Normal

A pele normal tem textura saudável e aveludada, produzindo gordura em quantidade adequada, sem excesso de brilho ou ressecamento. Geralmente, a pele normal apresenta poros pequenos e pouco visíveis.

Pele Seca

A perda de água em excesso caracteriza a pele seca, que normalmente tem poros poucos visíveis, pouca luminosidade e é mais propensa à descamação e vermelhidão. 

A pele seca pode ser causada por fatores genéticos ou hormonais, como menopausa e problemas na tireoide, e também por condições ambientais, como o tempo frio e seco, o vento e a radiação ultravioleta.

 Banhos demorados e com água quente, podem provocar ou contribuir para o ressecamento da pele.

Pele Oleosa

Tem aspecto mais brilhante e espesso, por causa da produção de sebo maior do que o normal. 

Além da herança genética, contribuem para a oleosidade da pele os fatores hormonais, o excesso de sol, o estresse e uma dieta rica em alimentos com alto teor de gordura. 

A pele oleosa apresenta poros dilatados e maior tendência à formação de acne, de cravos e de espinhas.

Pele Mista

É o tipo de pele mais frequente. Apresenta aspecto oleoso e poros dilatados na “zona T” (testa, nariz e queixo). 

Podendo apresentar acne nesta região e seco nas bochechas e extremidades.

Quer ter certeza? Procure sempre um dermatologista, ele é o profissional adequado para te dizer qual é o seu tipo de pele e qual esfoliação é perfeita pra você. 


O que usar para esfoliar a pele? 

Para as peles secas ou normais dê preferência para esfoliantes leves e hidratantes. 

Aqueles a base de cremes e loções e que possuem grânulos mais delicados de sementes sementes naturais.

Como por exemplo derivados do arroz e aveia.

E vale lembrar que a necessidade de esfoliação é para remoção das células mortas, da oleosidade acumulada nos poros e de resíduos. 

A pele seca não costuma acumular muita oleosidade nos poros e os cuidados para não deixar a pele mais ressecada e mais sensibilizada devem ser redobrados.

Esfoliação apenas uma vez na semana, hidratantes e beber bastante água. 

Já as peles mais oleosas e mistas os cuidados com a esfoliação podem ser cerca de duas vezes na semana para contribuir com a remoção do sebo da pele. 

> Mas, fica o alerta: as características da pele do corpo são diferentes da pele do rosto, tá? 

Aqui estamos falando da pele do corpo, especialmente das regiões onde a depilação é mais frequente. 

Quando a pele está bem equilibrada, com viço, sem poros entupidos e hidratada, a tendência é ter uma depilação sem traumas para a pele e, especialmente, sem pelos encravados. 

O tipo de esfoliação paras as peles que produzem mais óleos e com poros mais dilatados ( tendência a ter pelos encravados e com foliculites)  é ativos em gel. 

E derivados que vão agir mais profundamente na remoção celular, são anti-inflamatórios e antimicrobianos.

Para deixar a esfoliação mais fácil na sua rotina e manter a pele preparada para depilação, o melhor conselho é deixar este momento para o banho. 

Você pode usar e seu esfoliante especial para o banho e ainda caprichar em sabonetes e cremes hidratantes. 

Quando é o momento certo? Só conferir como esfoliar a pele para depilação com lâmina ou  cera quente.

Como esfoliar a pele para depilação com lâmina? 

Vamos pela regra básica: não use a lâmina a seco. 

Usar a lâmina a seco dificulta o deslizamento da lâmina sobre a pele e os riscos de causar agressões e não remover os pelos na primeira passada só aumentam. 

As alergias e coceiras aparecem sempre quando manuseio da lâmina não foi o correto. 

Outra dica de ouro é deixar de lado os sabonetes para usar a lâmina.

Eles ressecam ainda mais a pele e acumulam nas lâminas tornando o corte menos certeiro e a vida útil menor.

Como esfoliar a pele para depilação com lâmina pode ser com os ingredientes mais leves e com a ajuda de cremes. 

E ao raspar que seja preferencialmente com cremes específicos para raspar os pelos. 

Para quem tem necessidade e raspar os pelos todos os dias, já não é uma boa ideia realizar uma esfoliação efetiva todos os dias, como já mencionamos lá em cima. 

Nos casos de depilação das axilas, a dica é usar buchas de banho que já auxiliam na esfoliação superficial para depois usar a lâmina.

E você já aproveita a água mais quentinha do banho para deixar os poros mais abertos e os pelos emolientes. 

Para mais dicas sobre a técnica correta para usar a lâmina:  Alergia A Depilação Com Lâmina: 5 Truques Que Ninguém Considera

Como esfoliar a pele para depilação com cera? 

Uma combatente dos pelos encravados é a esfoliação cerca de 3 dias antes de realizar os puxões da cera. 

Assim a pele já está revitalizada e menos sensível pela esfoliação recente. 

As células mortas já foram removidas e os poros estão com menos impurezas suscetíveis de inflamações e foliculites

E depois? 

A esfoliação logo depois da depilação com cera não é indicado. 

A sua pele estará mais sensível e com os poros mais abertos pela remoção brusca dos pelos. 

Entrar em contato direto com qualquer substância pode causar alergias graves nesta fase de poros abertos. 

As chances de aumentar a vermelhidão, causar traumas e até manchar ao esfoliar a pele logo após a cera são bem altas. 

Por outro lado, sabemos que aqueles pelos que ainda ficaram “presos” e não atravessaram completamente a barreira da pele se ficarem lá serão seus futuros pelos encravados.

E potenciais foliculites pós depilação. 

Nem tudo está perdido, tá liberada a esfoliação cerca de uma semana depois.

E daquelas refrescantes capazes de promover uma limpeza mais profunda dos poros, como no caso das peles oleosas. 

Os resíduos e pelos encravados superficialmente tendem a ser removidos. 

Agora, tem uma coisa que a esfoliação não resolve.

Aquelas bolinhas vermelhas inflamadas que coçam e ardem toda vez que você depila não vão desaparecer só com a esfoliação. 

E os pelos encravados constantemente também não. 

Quem tem esses desconfortos decorrentes da depilação, só tem uma recomendação: 

Depilação definitiva onde os pelos são um problema pra você. 

Pra você ter uma noção da possibilidade de fazer a famosa depilação a laser, só checar as principais dúvidas agora! 

Como Funciona a Depilação a Laser

 

A depilação a laser ainda causa um receio natural: Será que dói? Mas por que é caro? Dá resultado mesmo? 

São muitas dúvidas que impedem muitas mulheres ou homens de procurar saber mais sobre o tratamento. 

Mas, se serve de incentivo: a depilação a laser pode ser muito mais confortável do que enfrentar a depilação com cera quente. 

O equipamento de depilação funciona pela atração direta da melanina. 

Você sabia que a melanina, além de definir a tonalidade da nossa pele também é responsável pela pigmentação dos nossos pelos e cabelos? 

O laser dispara sua energia quando em contato com a melanina dos pelos. 

Os mais modernos já proporcionam uma experiência totalmente diferente da fama de procedimento dolorido que a depilação a laser ganhou nos últimos anos. 

A depilação a laser de diodo, por exemplo, penetra profundamente no folículo do pelo e pode ser usado também em peles morenas e negras.

O Laser de Diodo é a tecnologia mais recente e inovadora para a depilação a laser no mundo

O feixe disparado é de luz pura, concentrada e intensa. 

Esse tipo de laser consegue atingir as camadas do folículo piloso e  atendem de forma segura todos os tons de pele com menos riscos de queimadura ou manchas. 

A sua ponteira tem um sistema de resfriamento capaz de proteger a pele durante o tratamento, tornando a experiência confortável. 

E sobre o preço? Tenho os valores, na real aqui n o blog: Depilação Definitiva Preço: A Comparação De Valor Que Ninguém Faz

Pra dizer que a gente não deu a oportunidade, só pegar este voucher aqui embaixo com 3 sessões grátis do laser mais moderno do mundo: 

cta ganhe-3-sessoes-depilacao-laser-fast



Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo