Como Esfoliar A Virilha Corretamente Em 3 Etapas

Escrito por: Michelle Martins

como esfoliar a virilha corretamente

Avalie o artigo

Saiba como esfoliar a virilha corretamente usando os produtos ideais para seu tipo de pele e realizando movimentos circulares sem pressionar e, de preferência, durante o banho quando os pelos já estão mais emolientes e os poros mais dilatados contribuindo para remoção de células mortas e clareamento da região. Confira!

A esfoliação da pele em geral é muito bem-vinda, especialmente em países tropicais como o Brasil, onde o calor aumenta a sudorese e o acúmulo de sebo e toxinas nos poros. 

Outro benefício é manter o viço, já que a esfoliação pode remover células mortas. 

Maaaas, se tem uma vantagem que a gente dá valor é não sofrer como pelos encravados bem na virilha! 

Então, fica a dúvida:  pode esfoliar do mesmo jeito que do resto do corpo? Antes ou depois da depilação? O que usar? O que não usar? 

A gente tem as respostas pra você em 3 etapas fundamentais 👇


#1 Como esfoliar a virilha corretamente para seu tipo de pele 

Pode parecer uma pergunta boba, afinal, quem é que pensa no tipo de pele para esfoliar a virilha, né? 

Mas, vai por mim, é importante. 

Manter o equilíbrio e o PH da pele tem tudo a ver com diminuir ou aumentar as chances de aparecer alergias, vermelhidão e coceiras. 

Você pode pensar que tá fazendo super bem pra pele usando aquele esfoliante master na virilha, mas no final das contas tá só agredindo mais e até ajudando no escurecimento da região. 

E leve em consideração ainda que esta região fica mais abafada e sofre fricção constante de roupas apertadas. 

Esfoliação é coisa séria, sabia?  O seu tipo de pele deve ser respeitado para encarar uma esfoliação leve ou pesada. 

Tanto é que a recomendação da maioria dos dermatologistas é esfoliar uma vez por semana. 

E ainda assim, respeitando seu tipo de pele. 

Então, dá uma olhada nas características de cada tipo de pele segundo a Sociedade  Brasileira de Dermatologia ( SBD).

Pele Normal

A pele normal tem textura saudável e aveludada, produzindo gordura em quantidade adequada, sem excesso de brilho ou ressecamento. Geralmente, a pele normal apresenta poros pequenos e pouco visíveis.

Pele Seca

A perda de água em excesso caracteriza a pele seca, que normalmente tem poros poucos visíveis, pouca luminosidade e é mais propensa à descamação e vermelhidão. 

A pele seca pode ser causada por fatores genéticos ou hormonais, como menopausa e problemas na tireoide, e também por condições ambientais, como o tempo frio e seco, o vento e a radiação ultravioleta.

 Banhos demorados e com água quente, podem provocar ou contribuir para o ressecamento da pele.

Pele Oleosa

Tem aspecto mais brilhante e espesso, por causa da produção de sebo maior do que o normal. 

Além da herança genética, contribuem para a oleosidade da pele os fatores hormonais, o excesso de sol, o estresse e uma dieta rica em alimentos com alto teor de gordura. 

A pele oleosa apresenta poros dilatados e maior tendência à formação de acne, de cravos e de espinhas.

Pele Mista

É o tipo de pele mais frequente. Apresenta aspecto oleoso e poros dilatados na “zona T” (testa, nariz e queixo). 

Podendo apresentar acne nesta região e seco nas bochechas e extremidades.

Quer ter certeza? Procure sempre um dermatologista, ele é o profissional adequado para te dizer qual é o seu tipo de pele e qual esfoliação é perfeita pra você. 

Fica a dica: Cuidados Pós Depilação Íntima: Um Guia Com Dicas Para 3 Métodos Diferentes de Depilação

#2  Então, o que usar para esfoliar a virilha? 

Para as peles secas ou normais dê preferência para esfoliantes leves e hidratantes. 

Aqueles a base de cremes e loções e que possuem grânulos mais delicados de sementes naturais são os melhores para esfoliar a virilha corretamente.

Como, por exemplo, derivados do arroz e aveia.

A necessidade de esfoliação é para remoção das células mortas, da oleosidade acumulada nos poros e de resíduos. 

A pele seca não costuma acumular muita oleosidade nos poros e os cuidados para não deixar a pele mais ressecada e mais sensibilizada devem ser redobrados.

Assim você vai evitar que a virilha fique escurecida por falta de hidratação e consequentemente maior sensibilidade no contato com roupas e calcinhas de elásticos. 

Ah! E já vai um alerta, a pele seca + usar sabonete para passar lâmina é receita para mais ressecamento e causar alergias pós depilação.

Esfoliação apenas uma vez na semana, hidratantes e beber bastante água. 

Já as peles mais oleosas e mistas os cuidados com a esfoliação podem ser cerca de duas vezes na semana para contribuir com a remoção do sebo da pele. 

Outro alerta: as características da pele do corpo são diferentes da pele do rosto, tá?

Aqui estamos falando da pele do corpo, especialmente das regiões onde a depilação é mais frequente. 

Quando a pele está bem equilibrada, com viço, sem poros entupidos e hidratada, a tendência é ter uma depilação na virilha sem traumas para a pele e, especialmente, sem pelos encravados. 

O tipo de esfoliação paras as peles que produzem mais óleos e com poros mais dilatados ( tendência a ter pelos encravados e com foliculites)  é ativos em gel. 

E derivados que vão agir mais profundamente na remoção celular, são anti-inflamatórios e antimicrobianos.

Para deixar a esfoliação mais fácil na sua rotina e manter a virilha preparada para depilação, o melhor conselho é deixar este momento para o banho, para os casos de lâmina.

Você pode usar e seu esfoliante especial para o banho e ainda caprichar em sabonetes e cremes hidratantes. 

Extra: Irritação Na Pele Após Depilação Com Lâmina: Que Fazer?

#3 Esfoliar a virilha antes ou depois da depilação? 

Como esfoliar a virilha corretamente e no momento certo? Para a lâmina, esfolie antes levemente durante o banho para depois raspar os pelos.

Espere de 1 a 2 dias para esfoliar novamente sempre com movimentos circulares. 

A rotina de esfoliação para peles mais oleosas pode seguir uma média de 2 dias na semana durante o banho mesmo. 

Para depilação com lâmina pode ser com os ingredientes mais leves e com a ajuda de cremes. 

E ao raspar que seja preferencialmente com cremes específicos para raspar os pelos. 

Para mais dicas sobre a técnica correta para usar a lâmina:  Alergia A Depilação Com Lâmina: 5 Truques Que Ninguém Considera

Mas quando o assunto é cera quente, tudo é mais delicado!

A cera é uma das responsáveis por pelos encravados na virilha e a esfoliação é a principal solução mais “caseira”. 

Então, como esfoliar a virilha corretamente para usar a cera quente? Cerca de 3 dias antes de realizar os puxões da cera podem contribuir para evitar os pelos encravados. 

Assim a pele já está revitalizada e menos sensível pela esfoliação recente. 

As células mortas já foram removidas e os poros estão com menos impurezas suscetíveis de inflamações e foliculites

E depois? 

A esfoliação logo depois da depilação com cera não é indicada. 

A sua pele estará mais sensível e com os poros mais abertos pela remoção brusca dos pelos. 

Entrar em contato direto com qualquer substância pode causar alergias graves.

As chances de aumentar a vermelhidão, causar traumas e até manchar ao esfoliar a pele logo após a cera são bem altas. 

Por outro lado, sabemos que aqueles pelos que ainda ficaram “presos” e não atravessaram completamente a barreira da pele se ficarem lá serão seus futuros pelos encravados.

E potenciais foliculites pós depilação. 

Nem tudo está perdido, tá liberada a esfoliação cerca de 4 dias depois ou até que a vermelhidão e as bolinhas inflamadas desapareçam. 

E daquelas refrescantes capazes de promover uma limpeza mais profunda dos poros, como no caso das peles oleosas. 

Os resíduos e pelos encravados superficialmente tendem a ser removidos. 

Essas foram as 3 etapas mais primordiais para entender tudo sobre esfoliação na virilha. 

Agora, tem uma coisa que a esfoliação não resolve.

Aquelas bolinhas vermelhas inflamadas que coçam e ardem toda vez que você depila não vão desaparecer só com a esfoliação. 

E os pelos encravados que são muito constantes também não. 

A alternativa é a depilação definitiva.  

Você pode continuar esfoliando a virilha uma vez na semana, mas não vai ter mais problemas decorrentes da lâmina ou cera quente. 

Sua virilha vai ficar mais lisinha e mais clara. 


Como Funciona a Depilação a Laser 

A depilação a laser ainda causa um receio.

Será que dói? Mas por que é caro? Dá resultado mesmo? 

São muitas dúvidas que impedem muitas mulheres e homens de procurar saber mais sobre o tratamento. 

Mas, se serve de incentivo: a depilação a laser na virilha pode ser muito mais confortável do que enfrentar os puxões cera quente. 

O equipamento de depilação funciona pela atração direta da melanina presente nos pelos.  

O laser dispara sua energia quando em contato com a melanina dos pelos. 

Os mais modernos já proporcionam uma experiência totalmente diferente da fama de procedimento dolorido que a depilação a laser ganhou nos últimos anos. 

A depilação a laser de diodo, por exemplo, penetra profundamente no folículo do pelo e pode ser usado também em peles morenas e negras.

O Laser de Diodo é a tecnologia mais recente e inovadora para a depilação a laser no mundo

O feixe disparado é de luz pura, concentrada e intensa. 

Esse tipo de laser consegue atingir as camadas do folículo piloso e  atendem de forma segura todos os tons de pele com menos riscos de queimadura ou manchas. 

A sua ponteira tem um sistema de resfriamento capaz de proteger a pele durante o tratamento, tornando a experiência confortável. 

E sobre o preço? Tenho os valores, na real aqui no blog: Depilação Definitiva Preço: A Comparação De Valor Que Ninguém Faz

Pra dizer que não dei a oportunidade, só pegar este voucher aqui embaixo com 3 sessões grátis do laser mais moderno do mundo 👇

cta ganhe-3-sessoes-depilacao-laser-fast

Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo