Depilação A Laser Como Funciona: Passo A Passo Da Primeira Sessão

Escrito por: Michelle Martins

depilação a laser como funciona
Avalie esse artigo

A depilação a laser funciona pela atração da melanina presente nos pelos. A energia do laser é de luz pura e intensa capaz de atrair o pelo, alcançar e destruir sua raiz. Diferentes  tipos de laser variam em relação ao resultado, à dor e quantidades de sessões. Confira os detalhes!

Podemos te contar sobre os resultados da depilação e como funciona o mecanismo de remoção dos pelos, mas a experiência de cada tipo de laser é realmente única. 

O que vale pra um, pode não ser assim para outros. 

Por isso, vamos te conta sobre o que esperar da primeira sessão  de depilação definitiva, mas usando o laser mais moderno de todos.

o laser de diodo conduzido por fibra ótica.

Se você escolher fazer a depilação laser, então que a sua referência seja sempre para o laser mais eficiente, seguro e confortável de todos.

Prepare-se!

Depilação a laser como funciona?

Quando falamos em depilação a laser, o mecanismo de remoção de qualquer equipamento é feito pela alta atração da melanina presente principalmente na raiz dos pelos. 

São algumas diferenças na tecnologia que pode influenciar a eficácia de cada tipo de laser. 

O laser de diodo por ser conduzido em fibra ótica alcança a raiz dos pelos com muito mais energia concentrada.

mais intenso e por isso super eficiente.

Ele consegue chegar na raiz e “matar” as células responsáveis por fazer os pelos crescerem.

Ele é disparado quando atraído pela pigmentação dos pelos, além disso  é considerado um dos lasers mais seguros do mundo! 

Isso quer dizer que as chances de manchas e queimaduras na pele ao redor são mínimas. 

E não para por aí! 

Pra te mostrar que a depilação a laser de diodo e como ela funciona é o que tem de mais avançado na depilação definitiva, nada mais justo do que responder: A depilação a laser dói? 

Claro que ser o laser mais moderno não é só pela sua eficácia, ele combina resultado e conforto. 

Ele é inovador não só porque foi desenvolvido com laser em fibra ótica, mas especialmente pelo seu sistema de resfriamento. 

Que nada mais é do que o resfriamento da ponteira onde o laser é disparado.

Esse resfriamento é conduzido por um material nobre e revestido em safira que age como uma camada de proteção da pele. 

A experiência que antes era dolorosa, hoje, com esse tipo de laser de diodo, é praticamente inexistente. 

Vale a pena colocar ele no topo da lista dos tratamentos de remoção definitiva dos pelos, viu? 

Pra matar a curiosa, agora só conferir algumas dicas de como fica a pele após a primeira sessão de depilação a laser.


Como fica a pele depois da primeira sessão de depilação a laser?

Para você usar o laser de diodo, a recomendação é que você raspe com lâmina os pelos no mesmo dia ou um dia antes da sessão. 

Como este laser consegue chegar na raiz dos pelos, onde tem alta concentração de melanina, não é necessário que você deixe os pelos crescerem.

Os efeitos da primeira sessão pode variar de pessoa para pessoa.

Mas geralmente os pelos perdem força e caem naturalmente cera de 10 a 15 dias após a sessão.

Quanto à irritação tudo vai depender do tipo de pele. 

Há pessoas que não ficam com nenhum tipo de agressão e outras que ficam com vermelhidão que desaparece horas depois.

Mas, o que mais surpreende qualquer pessoa que resolve ficar sem os pelos de forma definitiva é o seguinte: 

A primeira sessão é o que pode  trazer o maior impacto na quantidade de pelos que param de crescer. 

Isso por que o equipamento age na fase de crescimento do pelo disparando o laser capaz de atingir a raiz do folículo piloso.

E “matando” as células que produzem pelos.

Mas, então, por que várias sessões? Explicamos o porquê.  

Como os pelos só são destruídos em sua fase de crescimento, e nem todos os pelos estão crescendo ao mesmo tempo,  a cada sessão de laser é possível atingir uma quantidade de pelos. 

Até que todos eles tenham sido eliminados ao longo das sessões. 

Na primeira sessão, os resultados começam a aparecer, e o resultado final se dá progressivamente em até 10 sessões.

Já em torno de 5 sessões, a  pele já está mais clarinha por não ter mais o atrito da lâmina.

E nem da cera na áreas, principalmente as regiões como virilha, axilas e buço.

Os pelos que ainda nascem, ficam mais espalhados e logo serão eliminados pelas últimas sessões.


Cuidados antes e depois da depilação com laser

Para garantir que a depilação a laser funcione com 100% de satisfação, alguns cuidados que você precisa ter fazem toda a diferença. 

Esses cuidados devem ser tomados antes e depois de cada sessão, como: 

  • Não tomar sol antes e depois do procedimento;

  • Não usar nenhum método que tire o pelo pela raiz como depilação com cera ou pinça durante o tratamento;

  • Raspar a região a ser tratada com lâmina de barbear ao longo do tratamento;

  • Prefira roupas com tecidos mais leves e de algodão para que não haja atrito com a região recém tratada com laser.

A pele fica manchada depois da depilação a laser?

Novamente, o aparecimento de manchas também vai depender do tipo de laser e com os cuidados em dia. 

Alguns equipamentos só podem ser utilizados em peles claras.

Exatamente pelo risco de queimaduras quando em contato com a melanina das peles com tons escuros.

O laser Alexandrite  é um deles.

Ele possui ondas de 755 nanômetros e seu foco é a atração direta da presença de melanina.

O detalhe importante desse tipo de laser é que os riscos de queimadura são maiores, principalmente se você estiver com a pele bronzeada. 

A exposição ao sol após o tratamento pode favorecer o aparecimento de manchas na pele. 

Mas, tem alternativas mais avançadas que permitem o tratamento com menos riscos de manchas ou queimaduras. 

O Laser de Diodo atende qualquer tonalidade de pele.

E seu feixe de energia é profundo e concentrado, com baixíssimo risco de deixar a pele manchada depois da depilação.

Quer provar e ver como essa experiência vai ser pra você? 

Só usar este voucher aqui embaixo com 3 sessões grátis nas axilas:


Avalie esse artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo