Depilação A Laser Comum E Com Fibra Ótica Tem Diferença?

Escrito por: Michelle Martins

depilacao a laser comum e fibra otica

Avalie o artigo

A depilação a laser comum e com fibra ótica tem lá suas diferenças que vão impactar na experiência e no resultado da depilação definitiva. A tecnologia em fibra ótica deixa o equipamento mais eficiente e o disparado é realizado sem perda de energia até chegar na raiz dos pelos. Confira!

Aos bem avisados e atentos às oportunidades de depilação definitiva cada vez mais eficientes, o laser em fibra ótica é realmente algo a se considerar. 

Você ficou sabendo e tá na dúvida se realmente é diferente e vale a pena? 

Vamos explicar qual é a tecnologia e o efeito esperado de equipamentos de depilação a laser conduzidos em fibra ótica. 

Atenção para o laser de diodo agora!


Qual a diferença entre a depilação a laser comum e com fibra ótica? 

Uma diferença pequena, porém crucial: a eficácia para o laser de diodo

Uma informação mais técnica diria assim: que os cabos de cobre estão sendo substituídos por cabos em fibra cuja luz transmitida proporciona o alcance de taxas de transmissão (velocidades) elevadíssimas. 

O fato é que a gente ouve muito sobre fibra ótica quando o assunto é internet, TV e telefonia, certo? 

No equipamento que conduz a energia do laser,  logo que ela é ajustada e disparada pelo profissional,  a velocidade e intensidade chegam sem perdas até a raiz dos pelos. 

Pode ser um único disparo com o máximo de potência e energia. 

Ou pode ser vários pequenos disparos com menos energia regulada. 

A fibra ótica torna a energia do laser de diodo potente, concentrada e intensa, sem se expandir sobre a pele ao redor, como é caso de outros tipos de laser e da fotodepilação

O resultado? Sessões mais rápidas, mais eficientes e redução surpreendente da quantidade de pelos já a partir das primeiras sessões. 

E por que o laser de diodo? Por que é o mais seguro para todo tipo de pele e possui o comprimento de onda mais eficaz, sem prejudicar a pele. 

Entenda o manual da depilação a laser em peles negras.

Quer entender melhor quais os tipos de laser disponíveis no mercado? 👇

Quais os tipos de laser para depilação? 

Se tratando de depilação a laser existe uma grande diferença entre “agredir” a “matar” a estrutura do pelo. 

E, no final das contas, este é o objetivo principal da melhor depilação a laser. 

Se a estrutura do pelo é apenas agredida, logo as suas células se regeneram e um novo ciclo de crescimento é iniciado. 

Não teremos, neste caso, uma depilação 100% definitiva

Por outro lado, quando o laser consegue alcançar a raiz dos pelos e destruí-la matando suas células, então teremos uma depilação a laser mais efetiva. 

As características que vão determinar cada efeito são a intensidade do laser, comprimento da onda, concentração, quantidade de sessões, etc.

Contamos esses detalhes de cada laser.

Laser Alexandrite 

O laser Alexandrite possui ondas de 755 nanômetros de comprimento e seu foco é a atração direta da melanina, além de conseguir chegar até a camada média da derme. 

A sua quantidade de energia deve ser regulada pelo profissional, exatamente pela sua alta atração pela melanina.

O disparo pode ser realizado várias vezes em quantidades menores de energia até que ele consiga atingir e destruir a estrutura da raiz dos pelos. 

A quantidade de sessões pode ser maior do que os outros tipos de laser para se obter um resultado mais efetivo. 

Conteúdo extra: Depilação A Laser Faz Mal? A Resposta Dos Especialistas

Laser Nd YAG

Este tipo de laser tem comprimento de onda de 1.064nm e baixa afinidade pela melanina. 

Por ter alta profundidade pode ser um dos mais doloridos e seu feixe de energia também pode ser regulado para o vários disparos por alguns segundos. 

Entretanto,  a sua ponteira costuma ser grande tornando a densidade da energia do laser baixa e pouco efetiva. 

Não há garantia que após uma média de 12 sessões, o resultado seja 100% definitivo.

Laser de Diodo 

Uma das tecnologias mais modernas de depilação a laser utilizada aqui no Brasil. 

O laser de diodo possui comprimento de 810 nm e consegue alcançar a raiz dos pelos de forma bastante eficaz. 

Existem diferentes equipamentos que utilizam este tipo de laser e que variam na forma de disparo e tamanho da ponteira.

O seu feixe de energia é concentrado e intenso. 

A última tecnologia neste tipo de laser é o laser de diodo conduzido em fibra ótica.

O que faz com que toda energia disparada chegue sem perdas até o bulbo do pelo. 

Pode demandar menos sessões e os resultados já começam a aparecer a partir da primeira aplicação. 

Vem testar o laser em fibra ótica na Laser Fast! Tem 3 sessões grátis tá garantido pra você: 

depilação a laser comum e com fibra ótica


Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo