Depilação A Laser Faz Mal? A Resposta Dos Especialistas

Escrito por: Velrum Digital

depilação a laser faz mal

Avalie o artigo

Afinal, depilação a laser faz mal? A resposta é não! A depilação a laser não tem a mesma radiação daquelas usadas em Raios X e nem profundidade suficiente para agredir os tecidos e causar mal como o câncer de pele, por exemplo. Mas, para evitar queimaduras, os cuidados são essenciais!

Tem muitos mitos em torno do tratamento de depilação a laser e de outros procedimento estéticos. 

No entanto, para quem quer resolver os problemas com pelo encravos, foliculites ou alergias, a depilação a laser é uma recomendação publicada no site  da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Mas, tem um porém! Depilar com laser não faz mal para a saúde, mas tem suas restrições e cuidados fundamentais para evitar manchas e queimaduras na superfície da pele. 

Quer saber por quê? Explicamos os riscos e os cuidados 👇


Depilação a laser faz mal? Quais os riscos reais? 

A depilação a laser não faz mal para a pele e não causa nenhum tipo de dano à saúde como câncer ou doenças graves de pele. 

As restrições da depilação são sempre previamente identificados pela ficha de avaliação em clínicas especializadas e devem estar de acordo as recomendações do fabricante do equipamento. 

Para ouvir de um especialista, a Dra. Célia Luiza Petersen Vitello Kalil – Dermatologista associada da SBD-RS explica o seguinte 👇

> Mesmo os lasers mais seguros podem causar dano na pele se usados inadequadamente, nestas condições podem ocorrer as complicações.

Conhecer os efeitos colaterais causados pelos lasers é importante para prevenir, diagnosticar e tratá-los precocemente.

Os efeitos colaterais, segundo a especialista, são variados e de acordo com o grau da agressão. 

Ela explica que aqueles danos que podem acontecer imediatamente após ou horas após o uso de lasers –  os chamados danos recentes – eles têm boa evolução e são:

  • Vermelhidão no local da aplicação;
  • Inchado;
  • Desconforto.

Segundo a Dra Célia,  essas situações são de resolução espontânea e sem complicações na grande maioria das sessões. 

Ainda vale lembrar que os danos passageiros costumam aparecer mais em peles sensíveis e desaparecem horas depois de cada sessão. 

Os danos mais graves, a dermatologista alerta, são em maioria decorrentes de manuseio incorreto do equipamento por profissionais não habilitados e clínicas sem reconhecimento da ANVISA. 

Segundo ela, a depilação a laser faz mal quando causa: 

  • Queimaduras com bolhas;
  • Úlcera levando à infecção por bactérias;
  • Alteração da cor/pigmentação;
  • Vermelhidão persistente;

3 Critérios para escolher uma clínica de depilação laser 

Diferente de alguns anos atrás, as opções de laser disponíveis nas clínicas estão cada vez mais variadas e com características diferentes. 

Desde a indicação, experiência e resultado. 

Cada um tem seus detalhes, mas se podemos te ajudar a fazer a melhor escolha é ter em mente pelo menos 3 critérios para escolher qual clínica de depilação realizar o procedimento. 

Anota aí!

#1 A Clínica trabalha com o laser que atende todos os fototipos? 

Começamos colocando o fototipo em primeiro lugar porque ele também pode servir, logo de cara, como um critério de exclusão. 

O fototipo nada mais é do que a tonalidade da sua pele e nem todos os tipos de laser atendem a qualquer tom de pele com segurança

E pra quem conhece um pouco o funcionamento da depilação a laser já sabe que ela funciona pelo mecanismo de atração da melanina presente em nossos pelos. 

A depilação a laser funciona disparando o feixe de energia quando em contato com a melanina dos pelos.

Por isso é importantíssimo realizar o tratamento com um tipo de laser que atenda desde peles claras até negras em segurança. 

#2 A Clínica de depilação a laser é especializada? 

Para escolher onde você vai fazer a depilação com laser, a prioridade é sempre conhecer o tratamento e ter em mente que o equipamento precisa ser reconhecido pela ANVISA. 

O laser de diodo é uma das tecnologias mais inovadoras do mundo em depilação definitiva. 

Para não errar e investir seu dinheiro sem arrependimentos priorize clínicas especializadas em depilação a laser e que usam o laser de diodo. 

Sem contar que os riscos de queimadura, manchas e do tratamento não ser 100% definitivo são praticamente nulos. 

Além de pesquisar sobre os profissionais capacitados para manusear o equipamento. 

Extra: Entenda todas as diferenças da fotodepilação neste artigo: Depilação A Laser Ou Fotodepilação: Veja Os 3 Erros Mais Comuns Na Escolha

E não se esqueça, uma clínica especializada atende mais de 50 áreas do corpo, inclusive a depilação a laser íntima masculina

#3 A depilação a laser vai doer demais? 

Existe o laser de diodo transmito em fibra ótica e com sistema de resfriamento da ponteira que diminui o desconforto quase em 100%. 

Por que quase, hein? 

Por que ainda devemos considerar que a dor vai variar de pessoa para pessoa. 

Uns têm mais sensibilidade a dor enquanto outros passam por este tipo de laser na maior tranquilidade (felicidade). 

Esse resfriamento é conduzido por um material nobre e revestido em safira que age como uma camada de proteção da pele. 

A experiência que antes era dolorosa, hoje, com esse tipo de laser de diodo, é praticamente inexistente. 

Ah! E não vai se esquecer da maior vantagens de TODAS:  usando o laser de diodo conduzido em fibra ótica o resultado é 100% definitivo após uma média de 10 sessões. 

Você nunca mais vai precisar se preocupar em depilar os pelos.

Aliás, a depilação a laser pode ser nas axilas, na virilha, nas pernas, nas costas, na barba, na barriga…onde você quiser!

E vai uma dica: Tem depilação íntima masculina também. Se quiser saber mais, só conferir esta pesquisa aqui do blog

E pra fechar, vale a pena testar e ver que o resultado vale muito mais!

Aqui 3 sessões grátis 👇


depilação a laser


Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo