Depilação A Laser Na Virilha Dói Mais? Explicamos O Porquê

Escrito por: Michelle Martins

depilação a laser virilha doi

Avalie o artigo

O que se ouve sobre o assunto é que a depilação a laser na virilha dói mais. Considerando a sensibilidade de cada um, o tipo de laser vai influenciar na experiência.  Em áreas menores do corpo e com pele sensível são onde os pelos mais grossos nascem, daí a fama. 

Depilação a laser pode parecer que se trata sempre da mesma coisa em qualquer clínica.

Mas a verdade é que cada uma pode oferecer o tratamento com um tipo de laser.

Pra quem já se inteirou do assunto sabe que existe um bem conhecido, o Alexandrite. 

E pra quem ainda não sabe ou está em dúvida, existe o laser mais moderno, o Laser de Diodo.

Entenda por que a depilação a laser na virilha dói mais do que em outros áreas e ainda conheça os detalhes de dois tipos de laser.


Com funciona a depilação a laser na virilha? 

O alvo do laser é a melanina. 

A ponteira é aproximada da sua virilha, ou da região onde será tratada, e vai disparando o feixe de energia.

Isso pode levar em média 20 minutos a depender da quantidade e espessura dos pelos e do tamanho da área a ser tratada.

O equipamento detecta onde há melanina (pigmento responsável pela coloração do pelo) e dispara o feixe de luz pura exatamente naquele local. 

Por isso, podemos dizer que quanto maior o contraste entre a cor da pele e a cor do pelo, melhor será o resultado.

Pelos grossos e escuros apresentam um resultado muito satisfatório já nas primeiras sessões.

O método age progressivamente em até 10 sessões. 

Usando o laser de diodo, existe a garantia de remoção definitiva dos pelos sem o risco de ficar com a pele manchada.

Depois de cada sessão, é preciso manter os cuidados necessários até que termine todo o tratamento. 

Todos os cuidados você pode conferir neste artigo aqui do blog: Sua pele vai precisar desses 5 cuidados pós depilação a laser

Por que a Depilação a Laser na virilha dói mais? 

Você certamente já conhece bem quais áreas do seu corpo que depilar, por exemplo, com cera dói mais do que outros áreas. 

As pernas costuma doer menos, assim como barriga e axilas. 

E isso é normal para todas as mulheres. 

Nas áreas menores do nosso corpo e com a pele mais sensível é exatamente onde os pelos mais grossos e em mais quantidade crescem. 

É o caso da virilha. 

Tanto é que depilar com cera a virilha completa é uma dor que nenhuma mulher e nenhum homem merece , concordam? 

A depilação a laser na virilha dói, especialmente quando o tipo de laser não tem a tecnologia suficiente para deixar a experiência mais confortável. 

Daí a importância de se conhecer a clínica, o tipo de laser e entender como o tratamento pode ser o mais ideal e mais indolor possível. 

Vamos explicar pra você sobre dois tipos de laser. 

Os mais encontrados no mercado. 


Como escolher o tipo de laser?

 

Alerta: Depilação a laser não é luz pulsada!

Leia agora para entender as diferenças: A Principal Diferença Entre Depilação A Laser E Fotodepilação

Pode acreditar, merece uma boa comparação entre o laser Alexandrite e o mais moderno Laser de Diodo.

Pelo menos, antes de você pagar pela remoção definitiva dos pelos.

Laser Alexandrite

O laser Alexandrite possui ondas de 755 nanômetros de comprimento e seu foco é a atração direta da melanina, além de conseguir chegar até a camada média da derme. 

O detalhe importante desse tipo de laser é que as chances de queimadura são maiores, principalmente se você estiver com a pele bronzeada.

Na medida que reduz a energia, a quantidade de sessões aumentam para atingir um  resultado mais satisfatório. 

As sessões podem chegar até 12 visitas para remoção mais completa.

Lembrando que, se você estiver no time das mulheres com maior quantidade de melanina e pigmentação, serão necessárias mais sessões. 

Já que a potência do equipamento precisa ser reduzida drasticamente para não causar queimaduras e manchas.

Portanto, o Alexandrite é mais indicado para peles claras.

Não é possível garantir que a depilação com laser alexandrite seja definitiva, pois manutenções podem ser necessárias após um ano aproximadamente.

Já no quesito dor, a depilação a laser na virilha dói mais com o Alexandrite.

Principalmente quando realizado com o máximo de sua energia.

Geralmente é utilizado um gás de criogênio para resfriar a região e amenizar a dor.

Mas, fica o alerta: Este gás pode causar queimaduras pelas baixas temperaturas.

Laser de Diodo

Chamamos a Laser Fast,  especialista em depilação com laser de diodo. 

Ela explica que uma das melhores característica do laser de diodo é o resfriamento da ponteira em contato com a região.

Essa ponteira tem a função de realizar uma super camada de proteção e deixar o processo de depilação praticamente indolor. 

Tecnicamente falando, ele é mais avançado e seguro que o Alexandrite. 

Possui comprimento de onda de 800mn e 810mn e consegue penetrar mais profundamente no folículo do pelo.

Para o laser de diodo, a quantidade de sessões pode ser reduzida.

O laser de diodo atinge a raiz do pelo e “mata” as células germinativas.

Só não elimina totalmente os pelos nas primeiras sessões por que é preciso respeitar as fases de crescimento do pelo. 

5 sessões já são necessárias para reduzir 90% do pelo indesejado.

Vamos deixar um artigo aqui contando o que o laser faz com o pelo: Como Fica a Pele Depois da Depilação a Laser: Da Primeira à Última Sessão

A energia emitida pelo feixe de laser atinge apenas a raiz do pelo, sem afetar diretamente a melanina da nossa pele. 

Só com isso você evita possíveis manchas decorrentes do laser. 

Outra sugestão de leitura: Pele Negra Pode Fazer Depilação a Laser? Sim, Mas Com 5 Cuidados

Com certeza a depilação a laser virilha dói menos com o laser de diodo.

E dependendo da sua sensibilidade a dor, ela pode ser realmente surpreendente.

Agora, quer uma certeza?

Se você aguenta os puxões da cera na virilha, então, tenho certeza que a vai tirar de letra a depilação a laser.

Mas com a tecnologia certa, tá?

Aproveite e teste pegando 3 sessões grátis com a Laser fast: 

cta ganhe-3-sessoes-depilacao-laser-fast

Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo