Depilação Definitiva no Peito: Como Funciona para Homens?

Escrito por: Velrum Digital

depilacao definitiva peito

Avalie o artigo

A depilação definitiva no peito funciona com o disparo de um feixe de laser com comprimento de onda maior, intenso e concentrado. É capaz de alcançar diretamente a raiz do pelo e com 5 sessões já é possível reduzir em 90% os pelos sem dor.

Faz tempo que a depilação a laser no peito tem sido a solução para os homens que decidiram não se preocupar mais com excesso de pelos.

Nem com lâminas e muito menos com irritações na pele.

Você pode escolher a área que quiser e do jeito que quiser 👍🏼

Fique sabendo como funciona a tecnologia para depilação masculina.


Como funciona a depilação a laser no peito

O alvo do equipamento é a melanina.

A  melanina é o pigmento responsável pela coloração do pelo.

Quando o equipamento encontra o pigmento, ele dispara o feixe de laser exatamente naquele local.

No peito, a depilação é rápida e os resultados já são surpreendentes a partir da primeira sessão.

Para passar o laser em toda a região do peito o procedimento pode durar de 10 a 15 minutos.

Mas, claro, tudo vai depender da avaliação do profissional especializado.

Bom dizer que cada pessoa tem uma quantidade de pelos.

E cada pelo tem seu tempo de crescimento, por isso sempre há necessidade de mais sessões para ter o resultado 100% definitivo.

Dica: No peito é sempre uma região que estamos mais acostumados a proteger do sol, por isso as chances de remoção dos pelos sem dificuldade é maior pelo contraste da pele.

Vou deixar um artigo super completo explicando sobre a depilação a laser masculina em outras áreas, como a barba: Depilação a laser na barba? Só sem dor e definitiva!


Quantas sessões de depilação a laser?

A quantidade de sessões pode variar de acordo com a avaliação do profissional especializado.

Ele vai avaliar em relação ao seu tom de pele e quantidade de pelos que você tem.

Outro fator que deve ser levado muito em consideração é o tipo de laser que você vai utilizar no procedimento.

O laser Alexandrite, por exemplo, é menos eficiente e requer mais sessões do que o Laser de Diodo.

Com o Laser de Diodo você já reduz em 90% a quantidade de pelos só com 5 sessões e definitivamente em até 10 sessões.


A depilação a laser no peito dói?

Se tem um impedindo para que a depilação a laser seja comum para o público masculino é que a maioria acredita que o procedimento seja bem doloroso.

O fato é que a tecnologia só avança.

Os métodos que causavam dor antigamente não são nem de longe comparados com os equipamentos de hoje em dia.

E tem mais!

Aquele incômodo de pelos encravados, bolinhas vermelhas, coceira e pele irritada que aparecem depois de usar lâmina ou cera, isso sim, a depilação a laser dá um fim!

Pode fazer o procedimento sem stress, olha só como funciona o método de proteção da pele com o laser de diodo:

Uma das tecnologias mais avançadas em depilação é com o  laser de diodo.

Possui uma tecnologia de resfriamento da ponteira.

Quando em contato com a região, a sua função é de realizar uma super camada de proteção e deixar o processo de depilação praticamente indolor.

Outros tipos de laser possuem resfriamento por agentes externos, como o criogênio.

O que pode deixar a pele mais suscetível à desidratação e queimaduras.


A depilação a laser funciona para todo tipo de pele?

Depende.

Como já contamos,  a depilação a laser é feita pela atração da melanina presente no pelo.

Mas, como você já deve ter desconfiado, a nossa pele também possui melanina.

Então, o laser distingue a pele do pelo?

Alguns equipamento realmente não são indicados para peles morenas ou negras, exatamente pelo risco de queimadura e manchas.

O que vai determinar será sempre o tipo de laser.  Os principais são 3:

Laser Alexandrite

Esse possui ondas de 755 nanômetros e seu foco é a atração direta da melanina, além de conseguir chegar até a camada média da derme.

O detalhe importante desse tipo de laser é que as chances de queimadura são maiores, principalmente se você estiver com a pele bronzeada.

Limitado para peles claras e não é possível garantir que a depilação com laser alexandrite seja definitiva

Já que manutenções podem ser necessárias após um ano aproximadamente.

Laser Soprano XL

Esse possui ondas de 810 nanômetros, é um pouco dolorido e são necessárias mais sessões para chegar a um resultado satisfatório.

O feixe de luz é disparado várias vezes em uma área maior e com menos energia.

Todos os tipos de pele podem receber este tratamento.

Mas exige mais sessões para atingir todas as fases de crescimento dos pelos, especialmente no peito.

Algumas vezes as células que fazem o pelo nascer não são atingidas e a manutenção é sempre necessária.

Laser de Diodo

Mais avançado e seguro que o Alexandrite.

Penetra profundamente no folículo do pelo e pode ser usado também em peles morenas e negras.

O Laser de Diodo é a tecnologia mais recente e inovadora para a depilação a laser no mundo.

O feixe disparado é de luz pura, concentrada e intensa.

Esse tipo de laser consegue atingir as camadas do folículo piloso.

E  atendem de forma segura e eficaz um espectro maior de tons de pele sem risco de queimadura ou manchas.

Já sabe qual você deve escolher para usar no peito, no pescoço, na barba ou onde você quiser 😉

A depilação definitiva no peito resolve foliculite?

Sim!

Os homens costumam sofrer mais com pelos encravados e alergias que não melhoram nas áreas como pescoço, barba e peito.

O uso muito frequente da lâmina acaba sendo a causa das bolinhas inflamadas, da coceira e ardência.

E a foliculite nada mais é do que a inflamação e surgimento dessas bolinhas.

Quando você remove os pelos definitivamente, a foliculite naturalmente acaba!

Sem contar que acaba a vermelhidão, a ardência e coceira na região.

A pele fica mais clara e totalmente sem irritações.

Um alívio para quem tem pelos grossos e em excesso.

A LaserFast é especialista em depilação masculina e você pode garantir 3 sessões grátis para experimentar.

Só pegar o voucher aqui embaixo:

cta ganhe-3-sessoes-depilacao-laser-fast



Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo