Depilação Permanente: Veja Qual Método é 100% Definitivo Entre As 3 Opções Do Mercado

Escrito por: Michelle Martins

depilação permanente

Avalie o artigo

A depilação permanente é possível com 2 tipos de tratamento. Um chamado eletrólise, porém as recomendações não são tão seguras e eficientes,  além de ser invasivo e mais demorado. E o laser que, quando respeitada todas as sessões, pode ser uma alternativa definitiva. Veja detalhes!

As opções de depilação permanente no Brasil acabam se limitando em duas opções: o laser ou a eletrólise. 

Mas, para a maioria, nunca se ouviu falar em eletrólise e tem uma razão para este procedimento não cair nas graças do público interessado em depilação. 

Já o laser, muitas inovações e desenvolvimento de equipamentos de alta tecnologia que vem tornando este tipo de depilação definitiva cada vez mais popular e com resultados surpreendentes. 

Explicamos tudo que você precisa saber antes de tomar a sua decisão! 


Existe mesmo uma depilação permanente? 

Você já viu pela internet a fora as várias técnicas de depilação ditas “definitivas” e caseiras? 

Muita gente já testou as dicas de depilação com cremes, ingredientes naturais e outras misturinhas até milenares de remoção dos pelos. 

Mas, frear um processo natural e biológico do nosso corpo não é tão simples assim, viu? 

Acabar com o crescimento dos pelos é possível sim, mas devemos ainda considerar que não haja distúrbios hormonais que vão interferir no resultado. 

E como fazer isso? Atingindo a raiz dos pelos e todas as suas células germinativas responsáveis pelo crescimento. 

Em outras palavras, “matar” as estruturas que fazem o pelo crescer

E pra isso, as alternativas que ficam mais na camada superficial da pele como pomadas, cremes e misturinhas naturais,  não dão conta do recado.

As duas opções de depilação permanente tem características bem diferentes e contamos tudinho pra você escolher melhor. 


Depilação permanente com eletrólise  

Poucas pessoas aqui no Brasil já ouviram falar ou já consideraram fazer o método de depilação definitiva por eletrólise. 

Você chuta por quê? 

Por que dói e o tratamento é daqueles bem prolongados. 

Porém, este tratamento está no topo da lista dos tipos de depilação consideradas realmente permanentes.

O tratamento usa uma agulha super fina.

Quando introduzida no poro do pelo descarrega uma microcorrente de eletricidade com o objetivo de queimar o folículo. 

Isso acontece fio a fio e após a cicatrização não há mais muitas chances de novos pelos crescerem alí. 

Você já pode imaginar que o tempo do tratamento vai variar de acordo com a quantidade de pelos na região. 

Exatamente por essa razão, a eletrólise não é um tipo de tratamento recomendado para áreas muitos grandes e com muitos pelos como por exemplo pernas ou virilha. 

A indicação do tratamento é a para acabar com os pelos de regiões menores do corpo, como o rosto, buço e pescoço. 

Outra consideração para a eletrólise é que, diferentemente do laser, pode ser usada para remover pelos brancos. 

Um dado importante a se considerar é que para cada sessão de laser são necessárias em torno de quatro sessões de eletrólise. 

Já sabe por que não faz tanto sucesso quanto a depilação a laser, né? 


Como funciona a depilação a laser? 

Pra já começar ganhando potinhos, a depilação a laser não tem nada de invasiva. 

Ela acontece aproximando a ponteira do equipamento sobre a pele e então dispara um feixe de laser capaz de agredir os pelos. 

Parece simples, né? Mas o fato é que este feixe de laser precisa ter potência e eficiência suficientes para alcançar a raiz dos pelos. 

E tem mais, quanto maior o contraste entre a cor do pelo e a cor da pele mais fácil e eficaz é o tratamento. 

O pelo, quando atingido pelo laser, conduz a sua energia até a raiz e consegue “matar” todas as estruturas responsáveis pelo crescimento. 

Isso quer dizer que pode existir tipos de laser:

  • Menos potentes;
  • Mais ou menos seguros para peles negras;
  • E com experiências também mais ou menos dolorosas. 

Viu como não é tão simples escolher? Mas,  a gente vai te contar 3 tipos de laser comuns no mercado.

Antes, vai um alerta que merece atenção: luz pulsada/fotodepilação não é depilação a laser

E nem definitiva, bora explicar tudo! 


Qual a diferença da fotodepilação X laser 

Fotodepilação é basicamente uma luz. Uma luz intensa pulsada (LIP) emitida através de um aparelho que possui uma espécie de lâmpada flash de alta energia. 

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), o procedimento é feito  com um equipamento dotado de uma fonte de energia luminosa. 

Como tem diferentes comprimentos de onda, pode atingir diferentes regiões da pele. O número de sessões varia conforme o tipo de tratamento.

Já o laser, segundo a SBCD, é a amplificação da luz emitida por meio de uma radiação estimulada. 

Os equipamentos de laser possuem uma fonte de energia, mas a luz é concentrada e intensa e atinge alvos específicos, como a melanina dos pelos. 

Com o tratamento de luz pulsada o feixe de luz é disparado de forma mais espalhada e atinge os pelos mais superficialmente não sendo capaz de eliminá-los de vez,  mas sim de enfraquecê-los.

Isso quer dizer que a sua regeneração acontece progressivamente e os pelos voltam a crescer mais rápido ou lentamente, a depender também de fatores biólogos de cada pessoa. 

Ainda se corre o risco da fotodepilação não conseguir destruir toda a estrutura da raiz do pelo, onde estão as células produtoras de pelos em nosso corpo. 

Daí que aparecem aqueles relatos atípicos de que a “depilação definitiva”  não funcionou! 

Uma duração média é de 6 meses apenas. 


Qual tipo de laser escolher para depilação permanente? 

Se tratando de depilação a laser existe uma grande diferença entre “agredir” a “matar” a estrutura do pelo. 

Se a estrutura do pelo é apenas agredida, logo as suas células se regeneram e um novo ciclo de crescimento é iniciado. 

Não teremos, neste caso, uma depilação 100% definitiva

Por outro lado, quando o laser consegue alcançar a raiz dos pelos e destruí-la matando suas células, então teremos uma depilação a laser mais efetiva. 

As características que vão determinar cada efeito são a intensidade e potência do laser, comprimento da onda, concentração, quantidade de sessões, etc.

Contamos esses detalhes de cada laser.

Laser Alexandrite 

O laser Alexandrite possui ondas de 755 nanômetros de comprimento e seu foco é a atração direta da melanina, além de conseguir chegar até a camada média da derme. 

A sua quantidade de energia deve ser regulada pelo profissional, exatamente pela sua alta atração pela melanina.

O disparo pode ser realizado várias vezes em quantidades menores de energia até que ele consiga atingir e destruir a estrutura da raiz dos pelos. 

A quantidade de sessões pode ser maior do que os outros tipos de laser para se obter um resultado mais efetivo. 

Laser Nd YAG

Este tipo de laser tem comprimento de onda de 1.064nm e baixa afinidade pela melanina. 

Por ter alta profundidade pode ser um dos mais doloridos e seu feixe de energia também pode ser regulado para o vários disparos por alguns segundos. 

Entretanto,  a sua ponteira costuma ser grande tornando a densidade da energia do laser baixa e pouco efetiva. 

Não há garantia que após uma média de 12 sessões, o resultado seja 100% definitivo.

Laser de Diodo 

Uma das tecnologias mais modernas de depilação a laser utilizada aqui no Brasil. 

O laser de diodo possui comprimento de 810 nm e consegue alcançar a raiz dos pelos de forma bastante eficaz. 

Existem diferentes equipamentos que utilizam este tipo de laser e que variam na forma de disparo e tamanho da ponteira.

O seu feixe de energia é concentrado e intenso. 

Conteúdo extra: Quanto Custa Depilação A Laser Na Perna Inteira? Anota aí a média de preço!

A última tecnologia neste tipo de laser é o laser de diodo conduzido em fibra ótica.

O que faz com que toda energia disparada chegue sem perdas até o bulbo do pelo. 

Pode demandar menos sessões e os resultados já começam a aparecer a partir da primeira aplicação. 

Quer uma prova? Pra fechar temos 3 sessões grátis aqui embaixo!

cta ganhe-3-sessoes-depilacao-laser-fast


Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo