Depois De Fazer Depilação A Laser Posso Depilar Com Cera?

Escrito por: Michelle Martins

depois da depilação a laser posso depilar com cera

Avalie o artigo

Depois de fazer depilação a laser posso depilar com cera? A resposta é NÃO. O método de depilação definitiva a laser age na raiz dos pelos e, durante todo o tratamento, o recomendado é raspar os pelos superficialmente com lâminas ou cremes depilatórios.

Se tem uma recomendação clara e direta para quem está pesquisando ou já realizou a depilação laser é como cuidar dos pelos após iniciar o tratamento. 

Além de não poder usar métodos que arrancam os pelos da raiz, tem ainda outros cuidados fundamentais para um resultado efetivo. 

Vai fazer depilação a laser? Já fez? Essas dicas são pra vocês!


Depois de fazer depilação a laser quando posso depilar com cera? 

O tratamento completo para ter resultado realmente efetivo leva em torno de 1 ano, fazendo em média uma sessão a mais ou menos 45 dias. 

Se não houver outros fatores genéticos ou distúrbios hormonais, acaba a necessidade de usar lâminas ou ceras após o fim do tratamento.

O que pode acontecer é que, após cerca de um ano do fim do tratamento de depilação a laser, alguns pelinhos podem nascer fininhos e mais espalhados. 

Fácil de resolver até com pinças! 

É a partir desta fase que será possível retomar os métodos tradicionais de depilação para esses pelos que voltaram  a crescer. 

Se você está pesquisando tudo antes de realizar a depilação definitiva, então só conferir como ela funciona e por que não pode retirar os pelos da raiz. 

Conteúdo extra: Depilação Definitiva Virilha: Guia Para Encontrar O Melhor Tratamento

Como funciona a depilação a laser

O equipamento de depilação a laser não tem grandes variações no seu método de remoção dos pelos de acordo com a área do corpo. 

O que mais pode variar são as regulagens que o próprio profissional pode fazer para obter o melhor resultado no seu tipo de pelo e pele. 

Então, basicamente como funciona a depilação a laser é assim: 

O feixe de energia é disparado e atraído pela melanina presente em nossos pelos.

Na raiz dos nossos pelos é onde tem alta concentração de melanina e muitas células responsáveis pelo crescimento dos pelos. 

Quando o pelo está em sua fase de crescimento é o momento ideal para realizar a sessão de depilação, afinal tem muitas células e muita melanina nesta fase.

Quando a onda do laser tem profundidade, intensidade e concentração perfeita para atingir a raiz dos pelos, o tratamento é super eficiente conseguindo “matar” a raiz e as células germinativas.

Por isso é importante que todas as sessões sejam realizadas porque nem todos os pelos do nosso corpo estão crescendo ao mesmo tempo. 

A cada sessão o laser vai atingindo os pelos que ainda restam, por essa razão, os pelos não podem ser arrancados da raiz ao longo de todo tratamento.  

Viu como respeitar a quantidade ideal de sessões é fundamental? 

E se quiser que tudo seja perfeito, tem outros cuidados depois de fazer a depilação a laser que devem ser levados a sério! 


Cuidados após a depilação a laser 

Você já sabe que depois de fazer depilação a laser não vai poder depilar com cera, mas tem outros 4 cuidados que vão garantir uma pele lisinha, sem traumas e sem manchas. 

Explicamos cada um! 

#1 Não se expor ao sol depois da depilação a laser 

A tecnologia dos equipamentos de depilação a laser funciona pela atração de melanina. 

Exatamente por que a melanina também é responsável pela pigmentação dos nossos pelos e cabelos. 

O feixe de energia é disparado quando em contato com a melanina presente no pelo. 

Se você tomar sol após o tratamento, há riscos de manchas. 

Sem contar que a pele já pode ficar mais sensibilizada e com vermelhidão, imagine se exposta ao sol? 

O processo inflamatório e de cicatrização pode potencializar a produção de melanina e deixar manchas difíceis de serem tratadas depois. 

Portanto, nada de sol em torno de 15 dias antes e 7 dias após o procedimento. 

Você pode saber mais sobre essa relaçao do sol x depilação a laser aqui

#2 Use protetor solar pós depilação a laser 

Já reforçamos que se expor ao sol não contribui para a qualidade do tratamento, mais especificamente, para um resultado sem manchas. 

Então, se o objetivo é ficar livre de pelos definitivamente e sem riscos pra pele, anota aí:

Usar protetor solar nas áreas em que o laser foi utilizado.

Principalmente 48h depois das sessões. E, para reforçar,  cuidado extra quando a depilação for no rosto, por exemplo. 

O ideal é não se expor diretamente ao sol pelo menos 7 dias após a depilação a laser.

 #3 Use roupas leves pós depilação a laser 

Evite ao máximo roupas muito apertadas e de tecidos sintéticos que dificultam a respiração da área onde o laser foi usado.

Dê sempre preferência para as blusas de alcinha e evite as calças jeans quando o tratamento for nas pernas.

A pele pode ficar com um pouco de vermelhidão e ardência, então roupas leves são as mais ideais após o procedimento.

Prefira tecidos de algodão e mais leves. 

Quanto menos atrito nas regiões de tratamento melhor, assim você também elimina as chances de manchas. 

#4 Hidratantes pós depilação a laser 

Usar na pele hidratantes com princípios calmantes alivia muito a ardência, se ela aparecer. 

Normalmente, são as peles mais sensíveis que apresentam mais vermelhidão após depilar.

Nesses casos, os cuidados pós depilação a laser também inclui não tomar banhos muito quentes.

Vale lembrar que o recomendando é sempre procurar um Dermatologista para identificar seu tipo de pele e qual creme é perfeito para pós depilação a laser. 

São cuidados simples, mas que, com certeza, podem fazer a diferença no resultado final da depilação e garantir que ela seja definitiva. 

Se você chegou até aqui, quero te perguntar, você já fez depilação a laser? 

Qual tipo de laser você usou? 

Para quem ainda não fez, vai um resumão de cada tipo de laser e qual pode ser o mais eficiente e seguro para qualquer tom de pele. 

Qual o melhor tipo de laser para depilação? 

Além de influenciar muito no resultado final, cada tipo de depilação a laser proporciona uma experiência diferente, os principais são: 

Laser Alexandrite

Esse possui ondas de 755 nanômetros e seu foco é a atração direta da melanina, além de conseguir chegar até a camada média da derme. 

O detalhe importante desse tipo de laser é que as chances de queimadura são maiores, principalmente se você estiver com a pele bronzeada. 

Limitado para peles claras.

Laser Nd YAG

Este tipo de laser tem comprimento de onda de 1.064nm e baixa afinidade pela melanina. 

Por ter alta profundidade pode ser um dos mais doloridos e seu feixe de energia também pode ser regulado para vários disparos por alguns segundos. 

Entretanto,  a sua ponteira costuma ser grande tornando a densidade da energia do laser baixa e pouco efetiva. 

Não há garantia que após uma média de 12 sessões, o resultado seja 100% definitivo.

Laser de Diodo para depilação 

Mais avançado e seguro que o Alexandrite.

Penetra mais profundamente no folículo do pelo e pode ser usado também em peles morenas e negras.

O laser de Diodo é a tecnologia mais recente e inovadora para a depilação a laser no mundo. 

O feixe disparado é de luz pura, concentrada e intensa. 

Atende de forma segura e eficaz todos os tons de pele sem risco de queimadura ou manchas.

Esse tipo de depilação a laser possui uma tecnologia de resfriamento que protege a derme e deixa o procedimento praticamente indolor. 

Pra quem não testou, vale a pena!  Vamos deixar o voucher com 3 sessões grátis da Laser Fast, especialista em laser de diodo. 


Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo