Fotodepilação Ou Depilação A Laser de Diodo: Comparação Completa

Escrito por: Michelle Martins

fotodepilacao ou laser

Avalie o artigo

Se você ficou entre a fotodepilação ou depilação a laser, fique sabendo que a fotodepilação é uma luz intensa e não entrega resultado definitivo. Já o laser tem diferentes tipos, um deles é o de diodo que pode ser considerado definitivo. Quer tirar dúvidas e investir seu dinheiro com excelência. Vamos comparar?

Quando a decisão de dar um jeito nos pelos que te incomodam é por meio da depilação definitiva, você automaticamente ingressa numa espiral de dúvidas.

Será que o resultado é eficiente? E se o  investimento não compensar? Qual e onde escolher? Vai ser muito caro?

Antes de mais nada, existem dois tipos de depilação mais comum.

Às vezes, a fotodepilação e a depilação a laser se confundem e muitas pessoas confiam que ambas serão igualmente 100% eficazes.

Será? Já adiantamos que não e o melhor, neste caso, é você observar as letrinhas minúsculas.

#ficadica

Pra começar, vamos esclarecer os nomes e suas diferenças:

Fotodepilação é diferente de depilação a laser?

Sim. E muito.

Fotodepilação é basicamente uma luz. Uma luz intensa pulsada (LIP) emitida através de um aparelho que possui uma espécie de lâmpada flash de alta energia.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), o procedimento é feito  com um equipamento dotado de uma fonte de energia luminosa.

Como tem diferentes comprimentos de onda, pode atingir diferentes regiões da pele. O número de sessões varia conforme o tipo de tratamento.

Já o laser, segundo a SBCD, é a amplificação da luz emitida por meio de uma radiação estimulada.

Os equipamentos de laser possuem uma fonte de energia, mas a luz é concentrada e intensa e atinge alvos específicos, como a melanina.

Ainda segundo a SBCD, a ação do laser é seletiva, minimizando os efeitos nos outros componentes do tecido tratado.

Como funciona a fotodepilação

Com o tratamento de luz pulsada o feixe de luz é disparado de forma mais espalhada.

Com esse tipo de disparo, ele atinge os pelos mais superficialmente não sendo capaz de eliminá-los de vez,  mas sim de enfraquecê-los.

Durante o tratamento, que demanda mais sessões, a luz agride gradativamente as células germinativas dos pelos.

Isso quer dizer que a sua regeneração acontece progressivamente e os pelos voltam a crescer mais rápido ou lentamente.

Tudo vai depender também de fatores biólogos de cada pessoa.

Ainda se corre o risco da fotodepilação não conseguir destruir toda a estrutura da raiz do pelo, onde estão as células produtoras de pelos em nosso corpo.

Daí que aparecem aqueles relatos atípicos de que a depilação definitiva não funcionou!

Como funciona a depilação com laser de diodo

Certamente você já ouviu falar da fotodepilação ou depilação a laser como os responsáveis por deixar você sem pelos pra sempre.

Mas sabia que existem diferentes tipos de laser? E, como você pode imaginar, eles tem diferentes efeitos e resultados.

Vou te contar os principais e você já fica sabendo o que perguntar quando chegar na clínica:

Alexandrite: Mais utilizado em peles claras e contra indicado em peles morenas e

bronzeadas devido às chances de queimaduras.

Soprano XL: É um pouco dolorido e são necessárias mais sessões para chegar a um resultado satisfatório. Todos os tipos de pele podem receber este tratamento.

Laser de Diodo: Mais avançado e seguro que o Alexandrite.

Penetra mais profundamente no folículo do pelo e pode ser usado também em peles morenas e negras.

O laser de diodo é mais inovador e tecnológico e a garante com 5 sessões a redução de 90% do pelo indesejado.

Embora desde o primeiro dia possa conseguir resultados  surpreendentes.

O método age progressivamente em até 10 sessões e atinge diretamente a raiz do pelo realizando a remoção definitiva sem o risco de ficar com a pele manchada.

O que você mais vai encontrar é o Alexandrite e o de Diodo, já adiantamos uma comparação longa e bem específica: Depilação A Laser Alexandrite ou Diodo: Qual é o melhor?

A fotodepilação antes e depois

A eficácia da fotodepilação está bastante associada à quantidade de sessões.

Geralmente são em torno de 10 sessões para que o resultado seja visivelmente eficiente.

As variações no resultado também estão relacionadas às características biológicas de cada pessoa.  

Como já mencionamos, a fotodepilação pode ter um “antes e depois” tão surpreendente quanto ao laser.

Mas a sua durabilidade e eficiente em manter a região sem pelos é bem menor.

Alguns cuidados devem ser tomados antes da sessão.

Como não tomar sol, não usar nenhum método que tire o pelo pela raiz como depilação com cera ou pinça durante o tratamento.

Além disso, você vai precisar raspar a região a ser tratada com lâmina de barbear um ou dois dias antes da sessão.

A depilação com laser de diodo antes e depois

A Laserfast usa esse tipo de laser de luz pura e ainda explica:  “O nosso tratamento dispõe de uma luz pura, que atinge a raiz do pelo e a mata”.

Se na fotodepilação são necessárias 10 sessões, com o laser de diodo a quantidade de sessões pode ser reduzida pela metade, dependendo da avaliação do profissional.

O antes e depois já partir da primeira sessão é bastante evidente!

Fotodepilação doi?

Os equipamentos se tornaram cada vez mais modernos e o incômodo durante o tratamento também melhorou com essa evolução.

Hoje, temos no mercado equipamentos que possuem a ponteira resfriada, tornando o procedimento mais confortável.

Além disso, alguns equipamentos recomendam o uso de gel sobre a área a ser tratada, o que também ajuda no conforto do procedimento.

Depilar com laser de diodo doi?

Os equipamentos para depilação a laser de diodo incorporam um novo sistema de refrigeração que protege a epiderme durante o tratamento.

O que isso quer dizer? Que além de mais eficiente, a dor é muito mais confortável.

Mas, sempre bom lembrar que outra influência muito importante é a sensibilidade a dor.

Cada pessoa tem um grau de sensibilidade diferente…

A única coisa certa é que se você aguenta os puxões da cera, então, com certeza, vai ser muito mais confortável depilar com laser.


Fotodepilação é definitiva?

Não! Tem casos em que a fotodepilação pode durar apenas 6 meses.

Quando a pergunta é fotodepilação ou laser, o maior peso se dá ao fato da fotodepilação não poder ser considerada definitiva.


E a depilação com laser é definitiva?

Não podemos dizer que toda depilação feita com laser é um método definitivo, mas é considerada uma depilação a longo prazo.

Após alguns anos, pode ser que sejam necessárias algumas sessões de manutenção.

Neste caso, vale muito a pena pesquisar quais clínicas oferecem o melhor equipamento.

O laser utilizado pela LaserFast, por exemplo, é um dos melhores do mercado aliando  eficiência e reduzido incômodo durante a aplicação.

Além disso, a LaserFast garante que seus resultados com o laser de diodo são 100% definitivos. Bom né?

Sabe por que o laser de diodo é único, olha só:

– Protege a pele através de um cristal refrigerado.  INDOLOR ✅

– A energia emitida atinge apenas a raiz do pelo.  MAIS EFICAZ ✅

– Os impulsos de luz são regulares e longos. TODOS OS TONS DE PELE ✅

E tem mais, sabe aquelas bolinhas vermelhas inflamadas ou pelos encravados?

Tem jeito de acabar com elas. Só conferir neste artigo: Como acabar com a foliculite.

Contraindicações da fotodepilação?

O tratamento não ser realizado em:

  • Gestantes;
  • Lactantes;
  • Pessoas com sensibilidade à luz;
  • Pele bronzeada;
  • Lesões cancerosas na área de tratamento;
  • Herpes na área de tratamento;
  • Tendência à formação excessiva de cicatrizes.

Fotodepilação é caro?

Sobre gastar seu dinheiro com excelência tem tudo a ver com o menor preço?

A fotodepilação é o procedimento de depilação mais barato se comparado com a depilação com laser.

Mas, agora você sabe que o seu dinheiro investido pode não ter resultados ou, pelo menos, durar por pouco tempo.

E o que você pode fazer? pagar de novo.

Laser de diodo é caro?

Fotodepilação ou depilação a laser? A resposta é laser de diodo.

O investimento é para quem tem o objetivo de definitivamente não se preocupar mais com pelos, seja nas axilas, na virilha, no rosto ou na perna.

Se é caro? A resposta é mais caro do que a fotodepilação e muito mais eficiente.

Quer fazer uma conta?

Imagine uma pessoa com 30 anos que faz depilação desde os seus 18 anos. Isso dá exatamente 144 meses.

Agora, vamos imaginar um custo médio de 60 reais para depilar mensalmente virilha e axilas apenas.

Com 30 anos ela já gastou R$8.640,00! – Sem contar as demais partes do corpo.

Já pensou essa mesma conta para daqui 10 anos?

Fica a dica: Muitas clínicas facilitam o pagamento e dão descontos caso você queira levar ou indicar mais amigos ou amigas.

Quer ver como o pagamento pode ser facilitado e de quebra experimentar a depilação a laser de diodo?

A Laserfast está oferecendo 3 sessões grátis só fazendo indicações! Pegue seu voucher aqui no artigo:

Ganhe 3 sessões


Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo