Entenda o que é a foto depilação e como funciona

Escrito por: hugo.dias@g10x.com.br

depilacao a laser comum e fibra otica

Avalie o artigo

O que é e o que esperar da foto depilação

Entre as várias modalidades de depilação existentes no mercado está a fotodepilação, procedimento feito por meio da chamada luz pulsada. 

A opção é procurada por quem quer ter a pele lisa, sem sofrer a dor e os efeitos das depilações comuns, feitas com lâminas ou cera.

O procedimento consiste na utilização de um raio de luz que destrói temporariamente as células que têm como função fazer com que os pelos cresçam. 

Portanto, mesmo com o resultado sendo duradouro, a fotodepilação não livra a pessoa de forma definitiva dos pelos indesejáveis. 

Uma vantagem para quem opta pelo procedimento é o fato de ele ser menos doloroso, pois é possível variar a intensidade da luz aplicada. 

Essa “dosagem” da luz torna a fotodepilação menos agressiva aos tecidos e por isso pode ser aplicada a todos os tipos de pele. 

No entanto, diferentemente da depilação a laser, a fotodepilação não age diretamente no pelo, o que faz com que sejam necessárias um número maior de sessões. 

Em média, após 10 sessões, a espessura e a quantidade de fios da área depilada vão diminuir de forma significativa. 

A satisfação com o resultado final do tratamento depende da avaliação correta do profissional sobre a dosagem de luz e o número de sessões. 

Por isso é muito importante procurar por clínicas que ofereçam equipamentos modernos e de alta qualidade para que garantir o sucesso da depilação. 

Quais são as indicações para a fotodepilação? 

Basicamente, podemos dizer que a depilação, seja ela de qualquer estilo, tem finalidade estética e é feita simplesmente para melhorar a aparência da pele. 

Todas as partes do corpo podem ser depiladas, desde que cada caso seja devidamente analisado por profissionais e as contraindicações respeitadas. 

Mas, além dos casos em que se deseja eliminar os pelos por questões de beleza, a depilação também é utilizada por questões de saúde. 

Um desses casos é o de homens e mulheres que sofrem com a foliculite, popularmente conhecida como pelo encravado. 

A depilação de efeito prolongado é indicada para acabar com o problema, livrando a pessoa das irritações provocadas pelos tais pelos. 

Portanto, a depilação não é um tratamento restrito à beleza. Ela tem também um importante papel relacionado à saúde. 

Mitos e verdades relacionados à fotodepilação

É bastante comum que uma série de dúvidas e incertezas surjam na cabeça de quem tem a vontade de fazer a fotodepilação. 

As principais são relacionadas ao tempo que os resultados são mantidos e se a dor, comum quando o assunto é depilação, também faz parte do processo. 

Então, para que o desejo de ter uma pele lisinha, livre de pelos, não se torne uma grande frustração, é bom que esses pontos sejam esclarecidos. 

Como já dissemos aqui, a fotodepilação tem efeito prolongado, que pode durar mais de um ano, porém, o resultado não é definitivo. 

Parte das células bombardeadas pela luz durante o tratamento conseguem, depois de algum tempo, se recuperarem e voltar a exercer suas funções. 

Portanto, é natural que depois de um período a área depilada volte a apresentar pelos, apesar de mais fracos e escassos. 

Quanto às dores ou possíveis desconfortos com o tratamento, é possível sim que apareçam por conta das altas temperaturas características do tratamento. 

Isso vai depender diretamente de duas coisas: a área que está sendo depilada e a sensibilidade da pele de quem passa pelo tratamento.  

Em compensação, por mais que as reações possam surgir, elas não chegam nem perto das dores das depilações com lâmina e cera. 

Além de muito amenos, os desconfortos, quando aparecem, são instantâneos. Escurecimento da pele, manchas e alergias não fazem parte do processo. 

Existem contraindicações à prática da fotodepilação?

Apesar de ser possível tratar todos os tipos de pelo e serem poucos os casos, existem sim contraindicações à fotodepilação. 

As mais comuns são para mulheres grávidas ou que ainda estejam amamentando e pessoas portadoras de diabetes tipo 1. 

O procedimento também é contraindicado a quem tem ou teve câncer de pele, doenças neurológicas e a quem usa medicamentos fotossensíveis. 

Pessoas hipertensas, especialmente com casos de hipertensão descontrolada, também devem evitar passar pelo tratamento, já que podem haver um pico de pressão. 

Quem tem problemas crônicos de pele como vitiligo, psoríase também não pode passar pelo tratamento.

Nesses casos, mais do que orientações de profissionais da área de depilação, é indicada uma consulta a um médico dermatologista. 

É muito importante também que durante o tratamento nenhum outro tipo de depilação seja feita na mesma região. 

A ação e as vantagens da depilação a laser

Fotodepilação e depilação a laser ainda se confundem na cabeça de muita gente que tem vontade de se livrar dos pelos. 

É importante esclarecer que se trata de coisas distintas, que os aparelhos usados em cada processo são diferentes. 

Podemos dizer, de maneira mais clara, que a depilação a laser está alguns passos à frente da fotodepilação. 

Existem três tipos de laser usados na depilação. O Alexandrite, o Soprano XL e o Laser de Diodo. 

Cada um apresenta suas particularidades que vão influenciar no processo de depilação. 

Nela, o raio laser utilizado atua de forma direta no pigmento que dá cor aos pelos da região que a pessoa quer tratar. 

Assim, o calor, algo em torno de 60º, danifica o folículo, fazendo com que a recuperação seja ainda mais lenta do que nos casos de fotodepilação. 

Esse fator, evidentemente, faz com o que os efeitos sejam ainda mais prolongados, o que dá mais prazo entre as sessões. 

Devido à forma como o laser age nos tecidos, os resultados são maiores e mais eficazes em pessoas de pele clara e pelos escuros. 

Isso, porém, não impede que pessoas com pele escura façam a depilação a laser.

O que elas devem saber é que são necessários alguns cuidados a mais e que os resultados podem levar um pouco mais de tempo para aparecer. 

Os cuidados extras são por conta da maior concentração de melanina na pele, já que o laser procura pelos pontos marrons no tecido. 

Isso pode causar irritações maiores e até mesmo queimaduras na pele. Porém, uma boa avaliação profissional e os cuidados necessários podem evitar os problemas. 

Cuidados pré e pós a depilação a laser

Como já dissemos, a dor típica das depilações convencionais não fazem parte do universo da depilação a laser e da fotodepilação. 

Mas, para que os resultados apareçam sem que os indesejáveis efeitos colaterais incomodem, existem cuidados a serem tomados. 

Esses cuidados são quase que os mesmo que se deve tomar quando se faz a fotodepilação. 

Um deles, que é uma regra quando se pensa em depilação, é um período anterior e posterior de não exposição ao sol. 

Os raios solares podem causar danos à pele, que naturalmente fica sensível depois de uma sessão de depilação a laser. 

Outro cuidado é o de não depilar a pele bronzeada, assim como não ter machucados e espinhas na área que vai ser depilada. 

Os pelos também não podem ter sidos retirados pela raiz nos últimos 30 dias que antecedem o procedimento, seja com pinça ou com cera. 

Quem faz uso de algum tipo cosmético à base de ácido na pele deve interromper o tratamento com pelo menos 72 horas de antecedência. 

A esfoliação da pele é recomendada como preparação para a depilação. 

Isso vai fazer com que os poros se desobstruam, além de eliminar células mortas e fazer com que a produção de colágeno aumente. 

Outro fator essencial é fazer a depilação em clínicas que contem com profissionais e equipamentos de qualidade. 

Mesmo com todos os cuidados, leves irritações e vermelhidões após a depilação são consideradas normais por um curto período. 

Protetores solares são indicados para ser aplicados sobre a área depilada. 

O uso de creme e pomadas, desde que indicados por profissionais, também pode ser feito para solucionar o problema. 

O que faz da depilação a laser o procedimento mais indicado?

Quem conhece as diversas maneiras de se depilar sabe que sabe que a utilização do laser na remoção dos pelos é o mais eficaz. 

Fatores como higiene, praticidade, comodidade, pouca – ou nenhuma – dor e resultados prolongados são as principais vantagens. 

Vamos começar falando da segurança que o procedimento apresenta.

Por ter de ser feito em clínicas, por profissionais, a garantia de sucesso e a ausência de riscos e danos à pele já são um atrativo. 

As características do tratamento, como o tipo de laser que vai ser usado,  são criteriosamente definidas por profissionais experientes e capacitados. 

Eles vão definir isso de acordo com o tipo de pele e de pelo da pessoa que vai passar pelo procedimento. 

Todos os cuidados serão tomados para que, além de resultados satisfatórios, a saúde da pessoa depilada esteja garantida. 

A irritação ou vermelhidão que eventualmente surgirem estão dentro de um “risco calculado” e serão facilmente resolvidos pelos profissionais. 

Alguns aparelhos usados têm funções de resfriamento da área depilada, o que representa alívio e redução da sensação de dor no local.

A quantidade de sessões e os intervalos entre uma e outra também serão analisados com todo critério pelo técnico responsável. 

O procedimento livra a pessoa depilada das fortes dores e das reações indesejadas quando se faz depilações por métodos mais simples. 

A garantia de que a pele não vai ficar manchada e que reações alérgicas apareçam é mais um ponto positivo da depilação a laser. 

Esse, inclusive, é um dos atrativos, já que, ao invés de danificar a pele como em outras modalidade de depilação, o laser a deixa mais macia. 

É natural que depois de um período os pelos voltem por conta da recuperação dos tecidos atingidos pelo laser. 

Os pelos, no entanto, serão mais claros e finos, portanto, muito menos visíveis do que eram anteriormente, independentemente da parte do corpo. 

As novas sessões de tratamento, portanto, são mais suaves e com resultados ainda mais visíveis do que em outros estilos de depilação. 

Qual a relação custo-benefício que a depilação a laser proporciona?

A depilação a laser é a que apresenta valores mais elevados no mercado. 

Mas, o que em princípio pode parecer caro, revela um custo-benefício extremamente favorável ao final do tratamento. 

Isso se deve à duração mais prolongada dos efeitos da depilação, que possibilita um intervalo muito grande entre um tratamento e outro. 

Portanto, é muito mais viável pagar mais e ter de passar menos tempo em salões de beleza fazendo depilações convencionais.  

Além da vantagem de se economizar tempo e dinheiro, pesa na escolha o fato de não ter de “sofrer com frequência” com métodos mais simples. 

Os primeiros resultados já são notados após a primeira sessão e a satisfação no final é garantida. 

A depilação a laser é um processo bastante simples e o que se apresenta mais eficaz na remoção dos pelos. 

Enfim, não há dúvidas de que esses fatores fazem da depilação a laser a melhor opção para quem quer ter um pele lisa, livre dos pelos. 

É fácil encontrar uma boa clínica que faça depilação a laser?

De modo geral, o mercado de estética está em franca expansão e quem busca pelos mais diversos serviços acaba encontrando muitas opções. 

Mas, assim como todo produto ou serviço, checar a procedência da empresa é indispensável para que se tenha qualidade. 

Quando o assunto é depilação a laser, o nome que mais chama a atenção é o da Laser Fast, que traz conceitos inovadores e serviço de qualidade. 

Lá o cliente encontra protocolos exclusivos de depilação, tanto para homens quanto para mulheres, que são extremamente avançados.  

Com unidades em atividade em várias partes do Brasil, a empresa já é referência no setor e apresenta uma série de atrativos para os clientes. 

Um dos mais recentes, inclusive, é muito convidativo: tratamento para homens e mulheres com as três sessões grátis de depilação a laser.  

https://blog.laserfast.com.br/ganhe-sessoes-de-depilacao-a-laser/#utm_source=blog&utm_medium=artigo-depilacao-a-laser-londrina&utm_campaign=leads-blog

Nessas três sessões o laser vai trabalhar inibido o crescimento dos pelos. Os resultados são visíveis, e a sequência do tratamento vai comprovar a eficácia. 

Os interessados podem procurar por uma unidade Laser Fast ou mesmo pela internet, por meio do ecommerce Laser Fast, e entrar para o fascinante mundo da depilação a laser. 

Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo