A História Da Depilação: Da Linha Até A Depilação a Laser

Escrito por: Michelle Martins

historia da depilação a laser

Na história da depilação as mulheres egípcias usavam extratos de sândalo, argila e cera de abelhas, esses ingredientes misturados davam origem à cera parecida com a utilizada atualmente. Já as gregas, retiravam os pelos com as mãos ou queimavam com as cinzas quentes. Confira a linha do tempo da depilação!

Até chegar a depilação a laser foram muitas alternativas desenvolvidas para dar contar de remover os pelos do corpo efetivamente. 

Uma tradição milenar que nunca deixou de ser praticada, especialmente em países com clima mais quentes. 

Aqui no Brasil, até os métodos mais antigos como o uso da linha ou de ceras a base de mel são bastante populares. 

Conheça a linha do tempo da depilação e como o laser é o tratamento mais indicado para qualquer região do corpo. 


História da depilação 

Os egípcios mantinham uma preocupação com a beleza muito relacionada ao peso e com a prática de exercícios.

Existia a crença de que a presença de pelos no corpo os tornavam mais impuros. 

A depilação era comum em homens e mulheres.

Os métodos mais utilizados pelos egípcios era a mistura de ingredientes como cera de abelhas, argila e sândalo. 

Na Antiga Grécia,  o primeiro instrumento de depilação inventado por eles foi o estrigil.

Uma espécie de varinha de 16 a 30 cm de comprimento com a ponta curva. 

Sacerdotisas dos tempos de Creta chegavam a tomar uma bebida entorpecente para aliviar a dor durante o processo de depilação no corpo inteiro.

Aqui no Brasil,  segundo os historiadores, os índios Xavantes utilizavam as pontas dos dedos para arrancar as sobrancelhas e pestanas.

Não restam dúvidas de que a questão de eliminar pelos é muito mais diversificada e antiga do que se pensa.

 Envolve culturas, crenças, religiosidades ou simplesmente gosto estético

Daí vieram os principais registros do uso da cera quente como método de depilação que hoje em dia é mundialmente conhecido e difundido. 

Já a partir da década de 50, na medida que a indústria da moda iniciava o uso de vestidos mais curtos, minisaias e biquínis, também indicavam em seus editoriais a depilação de pernas e axilas.

Daí por diante, o método usando cera foi inicialmente adotado dentro de casa como uma alternativa estética ditado pelos editoriais de moda. 

Logo vieram clínicas e profissionais especializados e que, ao longo dos anos, aprimoraram a técnica. 

Já por volta dos anos 60, a lâmina passou a ser especialmente desenvolvida para a pele das mulheres. 

Já faz parte do dia a dia dos brasileiros a depilação das axilas, pernas e virilhas. 

E com a rotina da mulher moderna, melhor mesmo é investir em profissionais que realizam a técnica com mais segurança e mais rapidamente. 

Conteúdo extra: 5 Métodos De Depilação: Qual você ainda não testou?

Surgimento da depilação a laser

 

O equipamento de depilação a laser surgiu por volta da década de 70 quando já estava estabelecido o hábito de remover os pelos das axilas, virilhas e pernas. 

Nesta época, a tecnologia ainda não era 100% efetiva e demandava mais sessões e foi a partir daí que a fama de tratamento doloroso começou. 

Pra quem procurar depilação a laser, já fica a melhor dica da vida: use o laser conduzido por fibra ótica e com ponteira resfriada! 

Este laser é inovador não só porque foi desenvolvido com laser em fibra ótica, mas especialmente pelo seu sistema de resfriamento. 

Que nada mais é do que o resfriamento da ponteira onde o laser é disparado.

Esse resfriamento é conduzido por um material nobre e revestido em safira que age como uma camada de proteção da pele. 

Foram anos de melhorias da tecnologia e atualmente o tratamento nem se compara ao de antigamente, além de ser muito mais seguro. 

Mas, vai um alerta: nem todo laser pode ser usado em peles morenas e negras. 

Pode fazer depilação a laser em pele negra? 

Na história da depilação moderna, alguns tipos de laser não são indicados para peles morenas e negras pelo risco de queimaduras e manchas. 

Mesmo escolhendo o laser correto, ainda é preciso que homens e mulheres com tonalidade de pele mais escura tenham cuidados extras que vão garantir um tratamento saudável e uma pele lisinha e sem agressões.

Pois é, por essa razão é muito importante que a escolha do tipo de laser seja com a  tecnologia correta.

Ou seja, que  atenda às peles morenas e negras sem riscos de manchas ou queimaduras.

Para escolher onde você vai fazer a depilação com laser, a prioridade é sempre conhecer o tratamento e ter em mente que o equipamento precisa ser reconhecido pela ANVISA. 

Para não errar e investir seu dinheiro sem arrependimentos priorize clínicas especializadas em depilação a laser e com profissionais capacitados para manusear o equipamento. 

> Pega essa dica: Depilação a laser não é fotodepilação.  Entenda todas as diferenças neste artigo aqui: Fotodepilação Ou Depilação A Laser de Diodo: Comparação Completa

E sempre pergunte qual laser a clínica usa, é uma informação crucial para quem tem peles em tons mais escuros. 

Vamos falar deles abaixo e boas escolhas!

Escolha o tipo de laser para depilação de peles negras

Você pode encontrar estes 3 tipos de laser: 

Laser Alexandrite

Esse possui ondas de 755 nanômetros e seu foco é a atração direta da melanina, além de conseguir chegar até a camada média da derme. 

O detalhe importante desse tipo de laser é que as chances de queimadura são maiores, principalmente se você estiver com a pele bronzeada. 

Limitado para peles claras e não é possível garantir que a depilação com laser alexandrite seja definitiva, pois manutenções podem ser necessárias após um ano aproximadamente.

Saiba mais: Depilação A Laser Pele Negra: Tudo Que Você Precisa Saber Antes de Fazer

Laser Soprano XL

Esse possui ondas de 810 nanômetros, é um pouco dolorido e são necessárias mais sessões para chegar a um resultado satisfatório. 

O feixe de luz é disparado várias vezes em uma área maior e com menos energia. 

Todos os tipos de pele podem receber este tratamento, mas exige mais sessões para atingir todas as fases de crescimento dos pelos.

Algumas vezes as células que fazem o pelo nascer não são atingidas e a manutenção é sempre necessária. 

Laser de Diodo

Mais avançado e seguro que o Alexandrite. Penetra profundamente no folículo do pelo e pode ser usado também em peles morenas e negras.

O Laser de Diodo é a tecnologia mais recente e inovadora para a depilação a laser no mundo

O feixe disparado é de luz pura, concentrada e intensa. 

Esse tipo de laser consegue atingir as camadas do folículo piloso e  atendem de forma segura e eficaz um espectro maior de tons de pele sem risco de queimadura ou manchas. 

Pra fechar, você pode pegar este voucher com 3 sessões grátis do laser mais moderno do mundo

cta ganhe-3-sessoes-depilacao-laser-fast


Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo