Primeira Vez Dicas De Depilação: Para Cera, Lâmina Ou Laser

Escrito por: Michelle Martins

primeira vez dica depilação

Pra quem vai se aventurar pela primeira vez e quer dicas de depilação, então anota aí: escolha a técnica ideal para seu tipo de pele, trate a pele antes, use a técnica correta, trate a pele depois e avalie o custo benefício. Como? Explicamos tudo no artigo completo!

A primeira vez na depilação é quase um marco na vida, concordam? 

Pra quem já vai na praticidade da lâmina, a novidade nem é tão empolgante, afinal, em menos de 3 minutos você já raspou as axilas.

Mas, tenho certeza que a dúvida chega na hora da cera quente, aquela velha e boa conhecida da depilação tipicamente brasileira. 

Já vou adiantando: tanto para lâmina quanto para cera, existem dicas essenciais para uma experiência menos traumatizante. 

E pra ser justa, acrescento dicas para a depilação definitiva, tá? 


Dicas para depilar com lâmina pela primeira vez 

Depilar é também uma maneira de se cuidar. 

Especialmente se você não está tendo um relacionamento muito agradável com seus pelos. 

Para a maioria, este processo começa na adolescência quando a puberdade dá seus sinais. 

E tudo bem não se sentir bem com o excesso de pelos, o importante é tratar com leveza uma fase natural e bem fundamental do nosso corpo. 

Você pode deixar eles lá ou pode resolver fácil fácil o que te incomoda. 

Com a lâmina, considere que a sua pele vai começar a ter atrito constante com outro material. 

Então, já fica a dica número 1 para primeira vez na depilação.

#1 Escolher o barbeador ou lâmina correta 

A lâmina, pro desespero do nosso bolso, não pode ser sempre a mais simples e mais barata. 

Isso porque quanto menos lubrificação e filetes de lâmina, maior será a agressão causada à pele. 

Escolha a lâmina que possua aquele filete lubrificante que ajuda a deslizar melhor e agride menos a pele. 

E dê preferência para o aparelho de depilação com pelo menos duas lâminas. 

Parece uma dica boba, mas pode ser a chave para não causar alergias. 

Por que o ideal é que você passe a lâmina no sentido do pelo e uma vez só. 

Escolhendo aparelhos com mais lâminas mais “duráveis” você corta os pelos mais rápido.

Além de menos atrito, menos pressão e movimentos repetitivos na mesma área. 

As chances de irritação na pele depois da depilação com lâmina só diminuem quando a lâmina é nova e eficiente. 

#2 Como guardar a lâmina de depilar 

A alergia pode também ser provocada por fungos que acumulam em ambientes mais úmidos.

Sempre limpe, seque e deixe guardada em um local livre de umidade. 

E se você adquirir o costume de trocar semanalmente a lâmina, muito bem!

Esses aparelhos de barbear são descartáveis e seu prazo de uso seguro é de em média 5 dias. 

Nada de deixar a lâmina boiando no box do banheiro, hein?

Temos um artigo aqui no blog bem completo sobre depilação com lâmina e alguns truques que pouca gente conhece.

Alergia A Depilação Com Lâmina: 5 Truques Que Ninguém Considera

Deixei os cuidados com a pele para este momento, porque servem para a lâmina, mas principalmente é crucial para quem decide se arriscar nos puxões da cera quente. 

Cuidados com a pele antes e depois da depilação 

Vale a pena ver uma listinha de cuidados: 

#1 Esfoliação da pele na primeira vez da depilação 

Mesmo tendo o hábito de cuidar da pele, deixamos de lado a esfoliação das regiões como virilha e axilas.

Lugar onde você vai usar a lâmina ou a cera constantemente. 

Duas vezes na semana já ajuda na limpeza dos poros e impede que o folículo fique obstruído acumulando resíduos na camada superficial da pele. 

Você remove células mortas e deixa o folículo livre de impurezas e riscos de inflamar. 

Sem contar que a esfoliação pode ajudar a desencravar o restinho de pelo que ficou preso no folículo piloso após usar a cera. 

#2 Hidratar evita irritações na pele 

A pele fica mais equilibrada e produz menos oleosidade.

Assim você também evita o acúmulo de toxinas e sebo no canal do pelo e consequentemente a sua inflamação.

Quando a pele está ressecada, as agressões costumam ser mais intensas e as chances de inflamação nos canais onde nascem os pelos só aumentam. 

E vale para a lâmina também, quanto mais seca e desidratada a pele, mais a pele vai coçar e causar vermelhidão. 

#3 Evite alergias usando roupas leves

Principalmente se você vai se depilar pela primeira vez!

Evite ao máximo roupas muito apertadas e de tecidos sintéticos que dificultam a respiração da pele. 

É receita para o pelo encravar e desenvolver foliculites

Se ficar aquela pontinha de pelo que não foi removida completamente, a tendência é que ela se volte para dentro do folículo com o atrito de roupas apertadas. 

Inflamação nessas condições é inevitável. 

Prefira tecidos de algodão e mais leves. 

Agora, vamos para as dicas mais procuradas: a primeira vez depilando com cera quente. 

Primeira vez e dicas para usar cera quente 

Amiga, segura na mão de Deus e vai. 

Brincadeiras a parte, mas o fato é que a depilação com cera quente dói. 

Para primeira vez, uma boa dica talvez seja testar em uma área do corpo que seja menos dolorosa, como por exemplo as pernas. 

Pequenas regiões do corpo tem pelos mais grossos e pele mais sensível.

Por isso costumam doer mais para arrancar bruscamente os pelos da raiz.

Você tem um chute qual área é a mais sensível? 

Virilha. Exatamente onde a depilação costuma ser indispensável para usar aquele biquini. 

Mas, calma, ainda bem que tem algumas dicas que podem te ajudar a passar pela primeira vez depilando com cera. 

Olha só. 

#1 Temperatura e textura da cera 

Vale para qualquer região do corpo quando se usa cera quente para depilação. 

A primeira coisa é acertar a temperatura e a textura ideal da cera para retirar os pelos integralmente e sem machucar.

Sem contar que o calor da cera ajuda a abrir os poros e favorecer a remoção dos pelos com menos dor. 

Não pode ser muita líquida porque queima a pele e não pode ser muito dura porque não adere aos pelos. 

Complicado? Pode ser, melhor sempre testar em uma pequena área. 

A textura boa é quando está pastosa e pegajosa. 

Se você preferiu pagar pelo procedimento, sempre avise se a temperatura não estiver confortável na pele. 

Depois é muito importante que a área esteja bem seca para a cera aderir perfeitamente. 

Sempre limpa e sem produtos. Se necessário, use talco para evitar o suor.

#3 Técnica de depilação correta

Não corra o risco de se machucar tendo que repetir os puxões mais de uma vez na mesma área.  A sequência para que tudo dê certo é essa: 

  • Passe uma quantidade generosa de cera arrastando no mesmo sentido que o pelo;

  • E lembre-se que é possível ter metade dos pelos para um lado e outra metade em outro sentido. Repita o processo um de cada vez;

  • Já para puxar, é sempre no sentido contrário ao pelo;

  • E com um “puxão” preciso exatamente para o outro lado em que está as pontas do pelo. 

Pode parecer exagerado, mas se você não puxar com precisão e firmeza, a tendência é machucar a pele.

Repito, melhor deixar o procedimento para um profissional especializado. 

#5 Loções pós depilação com cera 

Você pode usar alguma loção calmante se for o caso, mas pesquise bem qual é o mais indicado.

Por que os folículos estão mais abertos e podem correr o risco de ficarem com impurezas acumuladas e provocar a foliculite. 

Aqui uma dica extra: procure sempre uma posição confortável e que facilite o procedimento e não se mexa na hora de puxar!

Tá mais com cara de tortura do que de depilação, né? 

E, claro, outra dica para primeira vez na depilação, é que você precisa deixar os pelos crescerem um pouquinho mais.

Pra conseguir o resultado esperado.

Pois é, cera dói, dá trabalho e se você estiver com pressa não é a melhor solução depilar em cima da hora.

#sincerão. 

Eu disse que ia te contar tudo, né?  

Se você quer fazer como muitas mulheres, que estão tendo diferentes problemas com pelos, e partir para uma solução definitiva…

Então, já vou deixar aqui a solução pra sua vida: depilação a laser


Como funciona a depilação definitiva 

Uma coisa é certa.

Quer fazer depilação definitiva? Escolha o tipo de laser ideal para seu tom de pele.

Existem dois tipos de laser mais comuns de encontrar no mercado brasileiro. 

Ambos funcionam pelo mesmo mecanismo: atração da melanina presente no pelo. 

O feixe de energia consegue chegar na raiz dos pelos e “matar” suas células. 

Ao longo das sessões, a pele vai ficando cada vez mais livre de pelos e mais lisinha. 

Olha um resumo de cada laser. 

Depilação a Laser Alexandrite 

O Laser Alexandrite possui ondas de 755 nanômetros de comprimento e seu foco é a atração direta da melanina, além de conseguir chegar até a camada média da derme. 

O detalhe importante desse tipo de laser é que as chances de queimadura são maiores, principalmente se você estiver com a pele bronzeada. 

Mesmo que o laser Alexandrite possua regulagem de intensidade, ainda é possível que peles morenas ou negras corram o risco de manchas. 

Portanto, tudo vai depender do seu fototipo, qual é o seu? 

Fototipo I: Pele branca – sempre queima – nunca bronzeia – muito sensível ao sol.

Fototipo II: Pele branca – sempre queima – bronzeia muito pouco – sensível ao sol.

Fototipo III: Pele morena clara – queima (moderadamente)– bronzeia (moderadamente) – sensibilidade normal ao sol.

Fototipo IV: Pele morena moderada – queima (pouco) – sempre bronzeia – sensibilidade normal ao Sol.

Fototipo V: Pele morena escura – queima (raramente) – sempre bronzeia – pouco sensível ao sol;

Depilação a Laser de Diodo 

Mais avançado e seguro que o Alexandrite. 

O primeiro laser do mundo transmitido através de fibra ótica.  

Esse tipo de laser tem regulagem de velocidade e comprimento de onda, além do seu feixe de energia chegar mais rápido e intenso através da fibra óptica. 

O feixe disparado é de luz pura, concentrada e intensa. 

É o que se esperava da depilação definitiva: sessões mais rápidas, sem dor e que entrega resultado 100% definitivo.

cta ganhe-3-sessoes-depilacao-laser-fast

A energia emitida pelo feixe de laser atinge apenas a raiz do pelo, sem afetar diretamente a melanina da nossa pele. 

Só com isso você evita possíveis manchas decorrentes do laser. 

E não podemos deixar de mencionar a flexibilidade do equipamento para depilação em qualquer tonalidade de pele.

> Dica extra: um artigo completo sobre a depilação para peles negras: Pele Negra Pode Fazer Depilação a Laser? Sim, Mas Com 5 Cuidados

Além disso tudo, o aparelho também recebeu do órgão americano de controle de medicamentos (FDA) a aprovação para redução definitiva de pelos do corpo.  

Como o Laser Alexandrite e o Laser de Diodo são os mais comuns, tem tudo sobre eles aqui neste artigo

Quer ficar livre de pelos desde já? Depilação a laser! 

Se quiser testar antes da cera, só pegar um voucher com 3 sessões nas axilas pra você aqui embaixo:

cta ganhe-3-sessoes-depilacao-laser-fast


Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo