Tipos de depilação a laser: entenda o método e suas variedades

Escrito por: Velrum Digital

tipos de depilação a laser

Avalie o artigo

A melhor parte de conhecer os tipos de depilação a laser é que você fica expert no assunto e pode decidir sem problemas a melhor opção para você.

Cada pessoa tem suas particularidades sobre sensibilidade à dor, ciclo de crescimento do pelo, expectativa do procedimento depilatório e fototipo da pele. Por isso, nada mais adequado do que se informar para garantir que o resultado final seja plenamente satisfatório.

Afinal, ninguém merece gastar dinheiro para ficar insatisfeito no final, especialmente porque a depilação a laser é uma decisão das grandes!

Sendo assim, vale muito a pena você conferir o nosso material. Nesse post você fica por dentro da diferença entre os tipos de depilação a laser e informações adicionais sobre o método?

Basta acompanhar os tópicos a seguir!

  • Diferença entre os tipos de depilação a laser e a fotodepilação
  • Saiba mais sobre a depilação a laser
  • Quais são os tipos de depilação a laser?
  • Quais são as vantagens da depilação a laser?

Diferença entre os tipos de depilação a laser e a fotodepilação

A procura pelo que chamam de “depilação definitiva” é resultado de um grande avanço. As pessoas não querem mais parar várias vezes na semana para se depilar com a lâmina, muito menos chorar de dor com a depilação com cera quente. 

As depilações duradouras surgem como uma brilhante solução, mas é importante que você saiba a diferença entre elas. Os diferentes tipos de depilação a laser e a fotodepilação (ou luz pulsada) são medidas melhores do que as demais, porém, diferentes em si.

Mas você não precisa mais ficar na dúvida. Vamos explicar essas diferenças entre os dois tratamentos para você fazer a escolha mais acertada. 

Primeiramente, a principal diferença está na duração. A luz da fotodepilação tem um grande alcance, inclusive maior do que a depilação a laser. Porém toda essa luz não atua especificamente no pelo. A parcela que efetivamente tem ação no pelo apenas enfraquece a raiz, o que gera uma duração de apenas 6 meses. 

Enquanto isso, o laser de depilação a laser é mais eficaz. Por ser mais específico para o pelo, ele não apenas enfraquece a raiz como a quebra ou “mata”. Assim, com o decorrer das sessões você não precisará mais se preocupar com os pelos na região depilada.

Como consequência dessas diferentes atuações, o número de sessões também diverge entre os métodos. Para o efeito desejado é necessário em média 12 sessões de fotodepilação ainda com a necessidade de retoques. Mas com 5 a 10 sessões de depilação a laser você atinge um efeito semelhante ou superior.

Essa depilação a laser é realmente irresistível, certo? Entenda melhor no tópico a seguir!

Saiba mais sobre a depilação a laser

A forma como esse procedimento estético age explica por si só a sua potência e sucesso. Basicamente, a depilação a laser funciona com um tipo de luz emitido nos lasers. Quem absorve essa energia/luz é o pigmento marrom presente em nossos pelos chamados de melanina. 

Uma vez que ocorre esse encontro, o calor gerado tem o poder de “eliminar” ou “matar” a ação do folículo. Isso causa um dano permanente de modo que o pelo não volta a crescer.

Apesar desse efeito depender do número de sessões, do tipo de pele do cliente, da cor do seu fio e tom da pele, em geral, o método é extremamente eficaz.

O método de remoção de pelos pela depilação a laser não é tão recente. Mas mesmo com sua proposta tendo sido iniciada nos anos 70, ainda podemos reconhecer que se trata de uma tecnologia extremamente inovadora.

E, claro, toda inovação causa um choque inicial, mas atualmente isso foi substituído por admiração. O método foi melhorado e os tipos de depilação a laser que foram surgindo se mostraram ainda mais modernos, versáteis, eficientes e seguros. 

Agora que ela está muito mais popular, você pode escolher diferentes áreas e tipos, além do melhor pacote de sessões e preços para você. Mas daremos agora uma atenção especial a esses tipos. 

Veja abaixo a definição de cada um deles e as suas especificações. Confira!

Quais são os tipos de depilação a laser?

A escolha certa entre os tipos de depilação a laser motiva um resultado positivo no final e garante uma experiência mais adequada para o que você deseja. 

O que difere os tipos são os equipamentos/lasers utilizados. Conheça agora os principais dentre eles:

Alexandrite

Esse laser tem ondas de 755 nm e com elas consegue atingir até a camada média da derme. A sua tecnologia se caracteriza pela conversão do laser em energia térmica.

O tipo é conhecido também por ter mais chances de causar queimaduras, especialmente em peles bronzeadas. Isso o torna mais voltado para peles claras.

Soprano XL

Esse laser tem ondas de 810 nm. O tipo é comumente conhecido por ser um pouco mais doloroso e por precisar de maior número de sessões para atingir o resultado desejado.

SoftLight: ND-Yag

O laser que chamamos de SoftLight Nd-Yag leva esse nome por sua baixa intensidade. Por essa característica menos agressiva, ele se torna mais apropriado para peles sensíveis. A versão comum da ND-Yag (não softlight) funciona bem em peles retintas, pois seu laser funciona com um sistema de fototermólise. 

Conta principalmente com uma vantagem de remoção de pelos grossos, porém baixos resultados na redução de pelos brancos ou muito claros.  Sua ponteira costuma ser grande, tornando a densidade da energia do laser baixa e pouco efetiva. Não há garantia que após uma média de 12 sessões o resultado seja 100% definitivo.

Light Sheer

Esse é um dos modelos de equipamentos mais comuns e populares. Apesar de ser indicado para todas as áreas e até para peles bronzeadas, ele também leva a fama de ser mais dolorido do que os demais. Prova disso é que se recomenda o uso de cremes anestésicos entre 30 e 60 minutos antes de cada sessão.

Diodo

O laser de Diodo é um dos equipamentos mais avançados e seguros e é o utilizado pela Laser Fast. A sua eficiência tem relação com o fato de funcionar adequadamente em peles negras retintas e pouco retintas, além de penetrar profundamente nos folículos do pelo. Pelo mesmo motivo, é possível utilizá-lo para peles de tons claros e escuros, para pelos finos e grossos e para o corpo e o rosto.

A sua ação é livre de riscos de dor, manchas e queimaduras por conta da sua tecnologia de resfriamento que protege a derme.

Seja qual for o tipo que você escolher, não esqueça de tomar alguns cuidados para assegurar que tudo vai sair como você espera desde a primeira sessão. Por exemplo:

  • Evite exposição solar;
  • Não use bronzeador e abuse do protetor solar por um tempo;
  • Raspe a área a ser depilada com lâminas ou creme depilatório mais ou menos 3 dias antes da depilação a laser;
  • Não faça qualquer tipo de depilação por tração (cera quente ou pinça).

Quais são as vantagens da depilação a laser?

Agora que você conhece bem sobre a depilação a laser, basta escolher o equipamento que mais te agrada. A certeza é que você vai se deparar com imensas vantagens e por tempo indeterminado!

Conheça alguns desses benefícios logo abaixo:

  • Você não vai mais se preocupar com excesso de pelo e fios indesejados;
  • Se você se recusa a usar certas roupas ou trajes de banho por conta dos pelos, isso ficará no seu passado;
  • A depilação a laser é uma excelente opção para combater problemas com pelos encravados e foliculite;
  • Os demais métodos só mantêm a sua pele minimamente sem pelos por dias ou poucas semanas. Enquanto a depilação a laser garante a remoção permanente dos fios com o decorrer das sessões;
  • O uso frequente de cera quente e de lâminas pode escurecer e causar manchas na sua pele;
  • A depilação a laser apresenta resultado melhor e mais duradouro do que os demais métodos.

Com toda a informação que trouxemos sobre os tipos de depilação a laser, você já pode visitar o nosso site e, em seguida, conferir todos os procedimentos disponíveis. 

Não perca tempo, experimente de graça as 3 sessões que a Laser Fast está oferecendo. É só conferir a oportunidade no voucher aqui embaixo:

3 sessões de depilação a laser grátis


Avalie o artigo

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo